Futebol Brasileiro

'O Flamengo ainda não sabe valorizar os seus jogadores', critica Jorge Jesus

Treinador também revelou ter recebido propostas milionários de clubes estrangeiros antes do fim da temporada

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Jorge Jesus conquistou o Brasileirão e a Libertadores no comando do Flamengo I Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

Jorge Jesus conquistou o Brasileirão e a Libertadores no comando do Flamengo I Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

Em alguns meses de trabalho no Brasil, Jorge Jesus já conquistou um Brasileirão e uma Libertadores, e ficou marcado por suas declarações fortes. Em entrevista ao canal "CMTV", de Portugal, o treinador criticou o valor de negociação de Reinier e o fato de o Flamengo "ainda não saber valorizar seus jogadores".

"O Flamengo não sabe valorizar a sua marca. O Reinier não pode ser vendido por 30 milhões de euros. Nisso, o Benfica é espetacular. Porque vende até mesmo acima dos valores. O Flamengo ainda não sabe valorizar os seus jogadores".

Com a ótima temporada no comando do Rubro-Negro, o Mister revelou que chegou a receber propostas de trabalho altíssimas de clubes estrangeiros. Porém, as recusou por estar focado em disputar as finais da Libertadores e do Mundial com o Flamengo.

"Eu fui convidado por duas equipes chinesas, onde me pagariam o que nenhum do mundo ganha. Antes da final da Libertadores. Eu disse a eles que antes da final da Libertadores e principalmente do Mundial eu não queria discutir isso, meu foco não era esse. Meu foco era o Flamengo, uma decisão. Foi passando o tempo, faltava uma semana para a gente jogar a final do Mundial, uma dessas equipes foi ao Brasil. Disseram que eu tinha que assumir antes da final. E eu disse não".

Real Madrid aceitou pagar a cláusula de rescisão de 30 milhões de euros (R$ 136 milhões) por Reinier I Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Jorge Jesus comandou uma grande mudança de atitude por parte dos jogadores e também da diretoria do clube carioca. Na longa entrevista, o treinador ressaltou a necessidade de investir em estrutura e qualidade nas viagens para os atletas.

"Não é mudar a estrutura, é mudar o conceito. 'Primeira coisa que quero saber: vocês têm força política?'. 'Temos'. 'Então os jogadores do Flamengo vão viajar em avião fretado'. Quem gasta milhões num treinador, também tem que gastar na qualidade dos jogadores para fazerem uma viagem de recuperação".

 
Comentários