Futebol Brasileiro

Oswaldo de Oliveira não é mais técnico do Fluminense

Treinador deixa o cargo após sete partidas à frente do clube carioca 

Oswaldo de Oliveira comandou o Fluminense pela última vez contra o Santos((Bruna Prado/Getty Images))

Oswaldo de Oliveira comandou o Fluminense pela última vez contra o Santos | (Bruna Prado/Getty Images)

A 21ª rodada do Campeonato Brasileiro fez mais uma vítima. Após o empate em 1 a 1 com o Santos, no Maracanã, na última quinta-feira (26), Oswaldo de Oliveira perdeu o cargo no Fluminense. Conforme a apuração de repórter Aline Nastari, do Esporte Interativo, a decisão da saída do técnico foi tomada nesta madrugada e selada na manhã desta sexta, após reunião da diretoria tricolor. 

Oswaldo de Oliveira deixa o clube após sete jogos e aproveitamento de 38,1%. Sob o comando do treinador, o Fluminense venceu duas vezes, empatou outras duas e amargou três derrotas. O técnico deixa a equipe na 16ª colocação do Campeonato Brasileiro, uma acima da zona de rebaixamento. 

Para repor a saída de Oswaldo, a diretoria do Fluminense analisa três nomes. O preferido é o de Cuca, que deixou o São Paulo recentemente. Lisca e Zé Ricardo são as outras opções. Enquanto um novo treinador não é anunciado, o Tricolor será comandado pelo auxiliar-técnico Marcão. 

O Fluminense volta a campo no próximo domingo (29), quando encara o Grêmio, novamente no Maracanã, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida está marcada para às 16h (de Brasília). 

Comentários