Futebol Brasileiro

Pedrinho declara amor ao Corinthians e enaltece Benfica: 'Equipe muito grande'

Jogador vive indefinição sobre futuro no time do Parque São Jorge; com janela fechada, tendência é de permanência até o meio do ano

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Pedrinho vive indefinição sobre futuro no Corinthians(Getty Images)

Pedrinho vive indefinição sobre futuro no Corinthians | Getty Images

Concentrado com a seleção brasileira para a disputa do Pré-Olímpico, Pedrinho segue vivendo uma indefinição com relação a seu futuro no Corinthians. O meia-atacante está na mira do Benfica, de Portugal, e as negociações se arrastam há mais de uma semana.

Sem saber se ou quando irá para a Europa, o jogador afirmou estar alheio às especulações e disse deixar toda e qualquer conversa com os "Encarnados" nas mãos de seus empresários, Will Dantas e Giuliano Bertolucci. Sua vontade, aliás, é de ter uma despedida do Timão.

"Para falar a verdade, ouvi bastante os rumores. Hoje em dia, com a internet, a gente acaba acompanhando tudo, mas eu sempre falei para o meu empresário, desde o início, que gostaria de voltar ao Corinthians. Eu não queria sair daqui (Colômbia) direto. O Corinthians é o time pelo qual eu sou apaixonado, ainda mais por eu vestir a camisa 10 agora. Era um sonho que eu tinha desde criança vestir a camisa 10 do Corinthians", comentou, em entrevista ao site "Globoesporte.com".

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Apesar do desejo de seguir por mais um tempo no time do Parque São Jorge, Pedrinho já se mostrou conhecedor da história e situação atual do Benfica. De acordo com ele, Portugal poderia ser uma boa porta de entrada para o continente europeu sem a barreira da língua.

"É uma equipe muito grande, por ser de Portugal a adaptação acaba sendo mais fácil. É um clube que tem grandes jogadores. Agora mesmo está com muitos pontos na frente e pode ser campeão (nacional). Vejo que pode ser um pontapé bacana para eu estar na Europa e fazer o meu melhor", disse.

"No tempo que eu ficar vou dar meu máximo, entregar meu coração, de corpo e alma. Não sei quanto tempo vou ficar, mas vou dar o meu máximo para retribuir o carinho que a torcida tem por mim desde eu que subi para o profissional. Só tenho gratidão. No que eu puder ajudar, vou dar meu máximo", concluiu.

Segundo apurou a reportagem do Esporte Interativo, o Corinthians pedia inicialmente 25 milhões de euros pelo jogador, e o Benfica fez uma contraproposta de 13 milhões mais Yony González, que foi prontamente recusada pelo Timão. Os portugueses ainda não deram a resposta final, mas o acerto em novas condições está próximo. 

 
Comentários