Futebol Brasileiro

Pela internet, Ramon Menezes é apresentado como técnico do Vasco

Ídolo do clube como jogador, profissional afirmou ser representante do torcedor

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Ramón respondeu perguntas de jornalistas e torcedores nesta tarde(Reprodução)

Ramón respondeu perguntas de jornalistas e torcedores nesta tarde | Reprodução

Na noite desta sexta-feira (03), Ramon Menezes foi apresentado oficialmente como técnico do Vasco, através de uma transmissão ao vivo pela TV oficial do clube no YouTube. Em suas primeiras palavras, o ex-jogador, ídolo da torcida, afirmou ser um representante dela à beira do campo.

"Vou trabalhar muito para sempre colocar no Vasco no melhor lugar possível. É um clube que tenho carinho, respeito, identificação. Sei da grandeza do clube e do torcedor. Sou mais, sou um representante do torcedor. Eles também me enxergam dessa maneira por tudo que tive a oportunidade de fazer como atleta".

Ramon revelou que Marcelo Gallardo, comandante do River Plate, é uma referência para ele na profissão. Em território nacional, ele citou Renato Portaluppi, do Grêmio, como um nome a ser exaltado como treinador.

"Gallardo é uma referência, sim, a gente jogou contra naquela Libertadores, aquele confronto foi a nossa final. É bonito de ver a história dele assim como a do Renato Gaúcho no Grêmio. A minha maior referência, porém, estará ao meu lado: o professor Lopes, que tem o DNA vascaíno".

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Confira outros trechos importantes da apresentação:

Primeira chance em time grande

"A capacidade passa pela oportunidade. É uma grande oportunidade na minha vida e na minha carreira. Eu não sou o primeiro e tampouco o último a começar desta maneira. Desde que me entendo por gente, respiro futebol. Meu pai jogava futebol, meus tios também. Aos 11 anos, fui para o Cruzeiro. Em sete anos cheguei ao profissional, que durou até 2012. Foram 22 anos de atleta, o que me traz bagagem muito grande. E muito tempo na Série A. Eu vivi grandes momentos, joguei com grandes jogadores e trabalhei com grandes treinadores. Quando parei de jogar, tem a parte didática. Eu fiz todos os cursos da CBF nos últimos cinco anos. Eu estudo e respiro futebol 24 horas por dia. Confio muito nisso. O momento interno é bom, de confiança nos atletas e no trabalho".

Apoio dos jogadores

"Eu fiquei feliz demais. Recebi ligação de jogador, mensagens e comentários em rede social. Tenho carinho e respeito muito grande por eles. A gente tem muita liberdade. Eu volto a falar: vivo o meu melhor momento no clube de confiança de trabalho e de conhecimento dos atletas. Vejo ambiente propício para, junto com eles, fazer um ótimo trabalho. É bonito de ver a dedicação deles".

 
Paulinho valoriza seleção olímpica e afirma que gostaria de jogar a Olimpíada
  • Vasco da Gama
Comentários