Futebol Brasileiro

Presidente da CBF crava data para início do Brasileirão

Além do início do Campeonato Brasileiro, o mandatário da CBF já definiu o retorno da Copa do Brasil e do Brasileirão feminino 

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Brasileirão terá seu início no próximo mês(Lucas Figueiredo/CBF)

Brasileirão terá seu início no próximo mês | Lucas Figueiredo/CBF

Conforme Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, tinha revelado devido a reuniões com a CBF, o Campeonato Brasileiro deve mesmo ter o seu início no dia 09 de agosto. Desta vez, foi o presidente da entidade, Rogério Caboclo, que falou sobre o assunto em entrevista ao jornal 'O Globo'. A reportagem do Esporte Interativo confirmou a informação.

Segundo o mandatário, a ideia é que o Brasileirão comece na data citada ainda que os clubes joguem em outras cidades devido à pandemia do novo coronavírus, que ainda é muito presente no país.

Na Série A houve um voto dissidente sobre o mando, mas nenhuma dúvida se a competição vai começar ou não dia 9 de agosto. Brasileirão é algo definido e determinado”, declarou.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Caboclo também disse que as disputas das Séries B e C devem começar um dia antes, 08 de agosto. Outras competições nacionais, como a Copa do Brasil e Série A1 do Campeonato Brasileiro feminino, devem ter seus retornos em 26 de agosto. Já o Brasileirão sub-20, em 23 de setembro.

Já a Série D ainda não tem data para voltar. De acordo com o presidente da CBF, os clubes que disputam a competição "demandam um operacional um pouco mais complexo", já que são 68 equipes que envolvem 61 cidades.

"A A2 feminina não é diferente. Mas são calendários mais curtos, o que permite planejar com mais tranquilidade. Há uma malha aérea diminuta, hotéis fechados. Mas a CBF assumiu a responsabilidade de reabrir hotéis, colocar aviões no céu e fazer o futebol voltar", destacou Rogério Caboclo.

 
Luiz Adriano vê Flamengo como espelho no futebol brasileiro
Comentários