Futebol Brasileiro

Presidente do Flamengo fala sobre transmissão online de jogo: 'Estratégia não estava errada'

Landim afirmou que problema operacional na transmissão ocorreu por causa de 'fluxo muito grande de pessoas'

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, concedeu entrevista após a partida na 'Fla TV' I Foto: Mateus Bonomi/AGIF

Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, concedeu entrevista após a partida na 'Fla TV' I Foto: Mateus Bonomi/AGIF

O Flamengo derrotou o Volta Redonda por 2x0, neste domingo (4), no Maracanã, e se classificou para a final da Taça Rio. Inicialmente, a partida seria transmitida apenas pela plataforma MyCujoo, mas o clube encontrou algumas dificuldades operacionais e acabou liberando a transmissão na 'Fla TV'.

Após a partida, Rodolfo Landim, presidente do Rubro-Negro, revelou ao canal do clube no YouTube que os problemas ocorreram porque houve um "fluxo muito grande de pessoas na plataforma" e que o Flamengo precisa evoluir "operacionalmente".

"A gente estava nessa fase de testes, procurando conhecer esse mercado de streaming. Fizemos o teste com pagamento da transmissão. O sucesso foi tão grande que criou um gargalo no processo de análise de pagamento. Mesmo assim tivemos em torno de 5 mil pessoas no exterior e aqui no Brasil com um fluxo grande perto do jogo, e não se conseguiu ter capacidade de processamento suficiente. Mesmo assim tivemos perto de 100 mil que conseguiram ver o jogo na plataforma, mas devido a milhares de pessoas que não conseguiram ter acesso, entendemos que era importante liberar pra todo mundo".

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Apesar dos problemas operacionais da transmissão na plataforma, o mandatário rubro-negro afirmou que a estratégia do Flamengo estava certa.

"É importante mostrar que a estratégia não estava errada, havia uma demanda muito grande para o jogo. A gente precisa operacionalmente evoluir, mas isso faz parte do processo de aprendizado que a gente vai tendo mesmo", finalizou Landim.

 
VAI AONDE, BH? Oliveira, do Volta Redonda, aplica lindo chapéu em Bruno Henrique
Comentários