Futebol Brasileiro

Presidente do Grêmio prevê atraso no negócio da compra da gestão da Arena

Romildo Bolzan Jr. afirma que com a paralisação do sistema judiciário, a compra da Arena deve atrasar

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Grêmio prevê atraso em negócio da compra da Arena I Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Grêmio prevê atraso em negócio da compra da Arena I Foto: Lucas Uebel/Grêmio

A paralisação do futebol nacional está fazendo com que muitos clubes tenham dificuldades para concluir diversos negócios, como é o caso do Grêmio. Romildo Bolzan Jr, presidente do Tricolor, afirmou em entrevista à "RBS TV" que pendências com o Ministério Público devem atrasar a conclusão do negócio da compra da gestão da Arena.

"Prefeitura, OAS, Grêmio, Karagounis, todas essas partes acertaram o ajuste final. Mas isso depende do MP, que é o titular de uma cobrança das ações. Quando essas ações forem aceitas, as coisas vão andar. Isso vai atrasar um pouco mais. Tínhamos ideia de que poderíamos chancelar (a compra) durante o ano. Mas não sei se será possível. Até mesmo o judiciário está fechado".

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

O Grêmio pretendia concluir o negócio ainda em 2019, mas adiou para 2020. Com a pandemia do novo coronavírus e a consequente paralisação do futebol e do sistema judiciário, o dirigente do Imortal prevê atraso no negócio.

Atualmente, o clube gaúcho paga R$ 1,75 milhão por mês à OAS para que seus sócios tenham acesso em dias de jogos.

 
Douglas Costa diz que não tem prazo para o futebol voltar e fala em título da Juventus
Comentários