Futebol Brasileiro

Primeira reunião entre Flamengo e Goiás sobre Michael termina sem acordo

Proposta do Rubro-Negro é de 7,5 milhões de euros, mas clube goiano exige 8 milhões de euros

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Em 2019, Michael marcou 16 gols em 54 partidas com a camisa do Goiás I Foto: Allan Carvalho/AGIF

Em 2019, Michael marcou 16 gols em 54 partidas com a camisa do Goiás I Foto: Allan Carvalho/AGIF

Flamengo e Goiás não chegaram a um acordo na primeira reunião sobre uma possível transferência do atacante Michael para o clube carioca. Dirigentes de ambos os times se encontraram com o empresário do atleta, Eduardo Maluf, em um hotel do Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (8).

Em entrevista à "Rádio Sagres", Edminho Pinheiro, representante do Goiás na negociação, ressaltou que questões financeiras envolvendo o Goianésia, ex-clube do atacante, e Maluf travaram o acordo. O dirigente disse que Flamengo e Goiás devem voltar a se encontrar.

"Encerramos o primeiro tempo sem acordo. O pessoal do Flamengo foi para o vestiário e nós também".

Faltam detalhes para que ambas as partes cheguem a um acordo. Segundo os dirigentes esmeraldinos, a proposta do Rubro-Negro é de 7,5 milhões de euros (cerca de R$ 34 milhões), mas não inclui os 5% dos direitos econômicos do atletas pertencentes ao Goianésia. Com isso, o Goiás, que possui 75% dos direitos, recusou a proposta inicial e exigiu o pagamento de 8 milhões de euros. 

O representante do time goiano também afirmou que o empresário de Michael repassou informações diferentes ao clube carioca.

"O empecilho talvez tenha sido criado pelo empresário. Ele simplesmente quis mudar o percentual do Goianésia. Quis falar em nome do Goiás, mas ninguém fala. Eu, autorizado a representar o Goiás, já passei ao Flamengo o que queremos. O empresário falou outro valor".

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Em 2019, Michael marcou 16 gols em 54 partidas com a camisa do Goiás, e foi eleito a revelação do Campeonato Brasileiro. Em três temporadas no time goiano, marcou 24 gols em 129 jogos.

 
Comentários