Futebol Brasileiro

Sánchez diz que Sampaoli não comentou com jogadores do Santos sobre futuro

Meio-campista do Santos, o uruguaio Carlos Sánchez diz que seria difícil enfrentar Sampaoli caso o treinador vá para o Palmeiras e falou que interesse surgiu pelo grande trabalho realizado em 2019 no Peixe

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Sánchez disse que Sampaoli definirá situação apenas depois do final do Brasileirão(Ivan Storti / Santos FC)

Sánchez disse que Sampaoli definirá situação apenas depois do final do Brasileirão | Ivan Storti / Santos FC

O Palmeiras busca a contratação do técnico Jorge Sampaoli, do Santos, e os atletas do clube Alvinegro já projetam a possibilidade de enfrentar o argentino.

"Seria difícil (enfrentá-lo), conhece nosso time. Sabe a característica de cada jogador. Seria difícil, mas se Sampaoli sair, quem vier terá seu jeito de machucar o Sampaoli se o enfrentarmos. Se fala da possibilidade grande e isso é pelo grande trabalho aqui. Não podemos pensar no futuro porque não sabemos o que pode acontecer", afirmou Sánchez.

Perguntado se Sampaoli já conversou com o elenco sobre o futuro, Sánchez foi categórico ao afirmar que o comandante ainda não falou aos atletas do Peixe sobre qual clube comandará em 2020.

Assista ao Brasileirão no EI Plus!

"Ele não falou nada com a gente, nem se despediu. É como ele fala, acabando o campeonato vai pensar no que fazer. Nós não temos que nos preocupar tanto com o futuro dele. Não podemos falar se fica, é decisão dele. Temos o campeão pela frente, em grande momento. Temos que terminar o ano bem na nossa casa", afirmou.

O Santos ainda briga para ficar na segunda colocação do Campeonato Brasileiro. Atualmente, o Peixe é o vice-líder, com 71 pontos, mesmo número do Palmeiras, que é o terceiro. A última partida do Alvinegro Praiano será domingo (08), contra o campeão Flamengo, na Vila Belmiro, às 16h (de Brasília).

Comentários