Futebol Brasileiro

Santos pode ser proibido de contratar por três janelas de transferências

Peixe pode ser punido pela Fifa por conta de dívida em relação à compra de Soteldo, em 2019

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Soteldo está no Santos desde o início de 2019(Ivan Storti/Santos FC)

Soteldo está no Santos desde o início de 2019 | Ivan Storti/Santos FC

Em profunda crise financeira, o Santos pode ter mais um grande problema causado por débitos não pagos. O Huachipato move uma ação na Fifa e o Peixe pode ficar proibido de fazer contratações por três janelas de transferências. 

O clube chileno cobra 3,4 milhões de dólares (R$ 18 milhões, aproximadamente) pela compra de 50% dos direitos econômicos de Yeferson Soteldo, em janeiro de 2019. Segundo o advogado do Huachipato, Eduardo Carlezzo, a punição ao Santos é apenas uma "questão de tempo".


"A sentença é definitiva. Ela foi dada em primeira instância, houve recurso da parte do Santos. CAS rejeitou, portanto, está confirmada a obrigação do Santos de pagar R$ 3,4 milhões e também está confirmada a sanção do Santos de contratar por três janelas. Precisamos pedir a aplicação desta sanção. A punição já está definida na sentença. Vai ser aplicada, não tem discussão, é só uma questão de tempo. Proibir contratações pelas próximas três janelas, e o montante da dívida atualizado U$ 3,4 milhões", disse o advogado em entrevista ao 'Uol Esporte'.

O Santos vem atravessando diversos problemas causados pela falta de pagamentos. O clube já está punido pela Fifa, não podendo registrar novos jogadores até que pague a dívida com o Hamburgo pelo zagueiro Cléber Reis. Além disso, Everson e Sasha buscam na Justiça a rescisão alegando falta de pagamentos.

 
Paulo Almeida brinca que Neymar seria reserva do Santos em 2002: 'Ia sentar'
Comentários