Futebol Brasileiro

Sette Câmara diz que vídeo sobre Tardelli foi 'editado ou tirado do contexto'

Presidente do Atlético-MG teve gravação vazada em que negava investida no atacante porque o Galo não era 'asilo'

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Sérgio Sette Câmara, presidente do Clube Atlético Mineiro(Bruno Cantini / CAM)

Sérgio Sette Câmara, presidente do Clube Atlético Mineiro | Bruno Cantini / CAM

Um dia após a polêmica envolvendo Diego Tardelli, o presidente do Atlético-MG, Sérgio Sette Câmara, explicou a declaração que causou frisson na torcida e, inclusive, gerou uma resposta do atacante. O mandatário afirmou que o vídeo vazado foi 'editado ou tirado do contexto'.

Nele, Sérgio era questionado por um torcedor a respeito de um possível retorno de Tardelli ao clube mineiro. A resposta do dirigente foi curta e direta: 'É asilo aqui agora, é? Jogador de 36 anos!'. Sette Câmara explicou, em entrevista à 'Rádio 98FM', que fora perguntado, na verdade, sobre outros tantos jogadores. 

"É lamentável. Se trata de um vídeo que foi editado ou tirado só uma parte dentro do contexto. Na verdade, a pessoa vinha me irritando antes do embarque, perguntando do Elias e de outros jogadores. Enfim. São ossos do ofício. A gente sabe que tem de lidar com isso, mas a coisa foi feita numa conotação que não reflete aquilo, de fato, o que a gente pensa".

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Com Tardelli, a gente tem o maior respeito e admiração por ele. Ele é um ídolo do Atlético.

Apesar disso, o presidente atleticano descartou a possibilidade de uma investida pelo atacante, que deixou recentemente o Grêmio. Ele lembrou que em 2019 foi feito um esforço grande por parte do Alvinegro para levá-lo de volta ao clube, mas que Tardelii preferiu escolher o Tricolor gaúcho.

"Acho que esse assunto já passou. Ele é um jogador que tem mercado. Acredito que ela tenha um longo caminho para seguir, como ele mesmo disse. No ano passado, nós fizemos um esforço muito grande para traze-lo, mas ele optou em ir para o Grêmio por uma proposta financeira melhor. Ficamos tristes, mas vida que segue. Hoje, a história é outra".

  • Atlético-MG
Comentários