Futebol Brasileiro

Sindicato dos atletas de futebol do Rio se posiciona contra o retorno das atividades

Em nota, Saferj defende continuidade do isolamento social, sem treinos e sem jogos por pelo menos mais dez dias

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Saferj defende a continuidade do isolamento social I Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

Saferj defende a continuidade do isolamento social I Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

O Sindicato dos Atletas de Futebol do Rio de Janeiro emitiu um comunicado nesta segunda-feira (11) se posicionando contra o retorno das atividades e treinos dos clube no estado. Na nota, a entidade avalia como mais seguro a continuidade do período de isolamento social, sem treinos e sem jogos por pelo menos mais dez dias. A decisão "leva em conta os números crescentes dos casos da Covid-19 e os óbitos no estado". 

A nota foi uma resposta à carta divulgada pela FERJ na última sexta (8), em que 14 presidentes de times cariocas assinaram e confirmaram que estão de acordo com o retorno das atividades esportivas.

VEJA A NOTA COMPLETA:

"Em virtude da manifestação oficial de 12 clubes do futebol carioca, por meio de nota da Federação de Futebol do Estado do Rio (Ferj), publicada nesta sexta-feira dia 8 de maio, o SAFERJ (Sindicato dos Atletas de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) esclarece que:

Entende as dificuldades enfrentadas no cenário econômico mundial também afetaram em cheio o futebol, não diferente de outros setores. Todavia se coloca em favor da segurança e pela vida.

Avalia como mais seguro a continuidade por, pelo menos mais dez dias, o período de isolamento social, sem treinos e sem jogos, levando-se em conta os números crescentes dos casos de Covid-19 e os óbitos no Estado do Rio, além das orientações de órgãos de saúde municipal, estadual e federal.

Desta forma, por maior que seja o aparato e existam medidas de segurança, o risco de disseminação é comprovadamente menor, segundo as autoridades sanitárias.

A nota da Ferj foi publicada no mesmo dia em que tomamos conhecimento que o Estado do Rio superou o de São Paulo em número de mortos; e logo após a divulgação dos resultados de exames que revelaram alto número de funcionários de clubes do Rio contaminados com a Covid-19.

O Sindicato vai aguardar o posicionamento do governo municipal e estadual, e também vai escutar, por meio dos capitães dos clubes, a opinião dos atletas.

Com este comunicado reforçamos nossa conduta, que vem sendo mantida desde o início da pandemia, de apenas tomar decisões baseadas nos órgãos de saúde competentes".

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

 
Rony sonha com convocação para a Seleção
Comentários