Futebol Brasileiro

São Paulo, Raí e Lugano foram multados por conta de clássico contra o Corinthians

Por clássico válido pelo Campeonato Paulista, dirigentes do São Paulo e clube foram multados pelo TJD

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Lugano foi suspenso e multado pelo TJD(Marcello Zambrana/AGIF)

Lugano foi suspenso e multado pelo TJD | Marcello Zambrana/AGIF

Nesta segunda-feira (09), Raí, executivo de futebol do São Paulo, Diego Lugano, superintendente de relações institucionais, e o diretor Fernando Chapecó foram julgados no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) por ofensas ao árbitro Douglas Marques das Flores no clássico contra o Corinthians, em 15 de fevereiro, pelo Campeonato Paulista.

Raí e Lugano foram suspensos por 15 dias por conta de ofensas à arbitragem na reclamação de um pênalti não marcado em Igor Gomes. O uruguaio, inclusive, precisou ser contido pelo policiamento.

Além da suspensão, o ex-zagueiro foi denunciado em dois artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD): o 243-F, de ofensa a alguém em sua honra, por fato relacionado diretamente ao desporto, que prevê suspensão de até 90 dias e multa de R$ 100 a R$ 100 mil; e o 258, de assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras do Código, que prevê o mesmo tempo de suspensão.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

O São Paulo também foi julgado por causa de gritos homofóbicos vindos da torcida, com multa de R$ 30 mil para o clube.

 
Rodrigo Caio abre o jogo sobre saída do São Paulo: 'Segui o meu caminho'
Comentários