Futebol Brasileiro

Sport está impedido de inscrever jogadores por dívida com Mark González

Clube do Recife está em momento financeiro complicado; Diego Souza cobra mais de R$ 1 milhão do Leão, que também corre o risco de perder Hernane 'Brocador' por conta de salários atrasados do centroavante

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Chileno Mark González esteve no Sport na temporada de 2016(Divulgação Sport Recife)

Chileno Mark González esteve no Sport na temporada de 2016 | Divulgação Sport Recife

De volta à Série A do Campeonato Brasileiro, o Sport vive dias tensos nos bastidores. Recheado de dívidas, o clube pernambucano está temporariamente impedido de inscrever jogadores por conta de uma dívida com o jogador chileno Mark González, que atuou pelo Rubro-Negro em 2016. 

O Leão da Ilha do Retiro foi notificado pela Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD) da CBF em razão da dívida de, aproximados, R$ 650 mil com Mark, conforme informação inicial do 'UOL'. O Sport tentou negociar os valores com o atleta, mas não obeteve sucesso e agora estuda novas alternativas. A punição será revertida a partir do momento em que a instituição se resolver com os advogados do profissional.

Além disso, o Sport também tem outras pendências para resolver. Os nordestinos foram acionados na Justiça por um dos grandes ídolos da história do clube, Diego Souza. O 'DS87', como ficou conhecido por lá, cobra dois meses de vencimentos atrasados, além de 13º salário e verbas rescisórias. Um montante que ultrapassa o valor de R$ 1 milhão.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

E não acaba por aí: destaque da campanha de sucesso na Série B de 2019 da equipe, o atavante Hernane 'Brocador' pode deixar Recife em razão dos salários atrasados. O Sport está correndo contra o tempo para manter o artilheiro, que tem desejo em permancer. Hernane está há cinco meses sem receber e ganhou menos do que se previa em acordo financeiro feito durante 2018. Valor que deve ser quitado pela diretoria para conseguir 'o fico' do atacante.

Comentários