Futebol Brasileiro

Thiago Neves fala sobre demissão de Ceni e choro de jogadores após empate

Em coletiva na Toca, camisa 10 do Cruzeiro afirmou que vive o momento mais difícil da vida

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Em coletiva de imprensa, Thiago Neves afirmou que vive o momento mais difícil da vida I Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Em coletiva de imprensa, Thiago Neves afirmou que vive o momento mais difícil da vida I Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Em coletiva na Toca da Raposa, nesta terça-feira (15), o meia Thiago Neves comentou sobre a fase complicada que o Cruzeiro vive no Brasileirão e alguns fatos recentes, como a demissão de Rogério Ceni. O camisa 10 afirmou que vive o momento mais difícil da vida e que fica incomodado quando o culpam pela saída do técnico.

“Estão me culpando pela demissão do Rogério, e eu não fiz isso, não faço isso. Acho que ele mesmo cometeu os erros dele, eu cometi os meus, fui humilde, pedi desculpas para ele na sala dele. Muita coisa que eu leio, incomoda, principalmente do torcedor colocando a culpa em mim, ainda mais neste momento complicado que a gente vem passando”.

Neste domingo (13), o Cruzeiro empatou com a Chapecoense em 1 a 1, com um gol sofrido nos acréscimos do segundo tempo. O jogador de 34 anos comentou que alguns jogadores chegaram a chorar no vestiário por causa da frustração com o resultado.

“É difícil (o momento), porque a forma como foi em Chapecó foi um baque para a gente, quando ele (o árbitro Caio Marques Vieira) validou o gol da Chape. Muitos viram a reação do Dedé. Não vou citar nomes, mas três ou quatro jogadores choraram no vestiário. O sentimento é este quando você não ganha”.

O Cruzeiro está na zona de rebaixamento do Brasileirão, com 22 pontos. A próxima partida do time é contra o São Paulo, nesta quarta-feira (16), às 21h (de Brasília), no Mineirão, pela 26ª rodada da competição.

Comentários