Futebol Brasileiro

Titular do Grêmio, Matheus Henrique completa 5 anos como profissional e sonha alto

Matheusinho quer jogar na Europa e conquistar títulos pela Seleção Brasileira

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Matheus Henrique completa 5 anos como profissional I Foto: Pedro H. Tesch/AGIF

Matheus Henrique completa 5 anos como profissional I Foto: Pedro H. Tesch/AGIF

Ele tem 22 anos, é titular absoluto no Grêmio, bicampeão gaúcho e um dos principais jogadores da seleção olímpica. Apesar da pouca idade, são exatos cinco anos como profissional completados nesse 28 de março. Lá em 2015, Matheus Henrique entrou em campo pela 13ª rodada do Paulistão Séria A2 vestindo a camisa do São Caetano contra o Guaratinguetá. Logo na estreia, marcou o primeiro gol como profissional com apenas 10 minutos em campo, ajudando o Azulão a vencer por 4 a 0.

“Sempre bom recordar o início de tudo, pois foi onde ganhei oportunidade de mostrar meu futebol. Sou muito grato ao São Caetano pela oportunidade, pois me fez crescer, aprender e ganhar experiência jogando as competições. Hoje, sigo trabalhando pelo Grêmio em busca de conquistas pessoais e com o clube”, afirma o volante.

Hoje, Matheusinho é titular e peça fundamental na equipe de Renato Portaluppi. As boas atuações o levaram até a Seleção Brasileira. No ano passado foi convocado por Tite para os amistosos contra Senegal e Nigéria. Além disso, foi titular da equipe olímpica no Torneio de Toulon e no Pré-Olímpico. Com a paralisação do futebol em razão da pandemia do novo coronavírus, tanto a Copa América como a Olimpíada, marcadas pra esse ano, foram adiadas e Matheus precisou adiar também o sonho de representar a nação em uma competição de expressão.

Matheus Henrique foi campeão no Torneio de Toulon I Foto: Fernando Torres / CBF

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

“Se tivesse Copa América ou Olimpíada esse ano, ia estar fazendo o meu melhor pra ser chamado pra uma das duas. Sonho de todo jogador é defender o Brasil, seja sub-20 ou principal. Felicidade seria a mesma em jogar a Copa América ou a Olimpíada”.

O volante vive a expectativa da mudança de idade limite para participar dos Jogos Olímpicos, afinal, faz 23 anos em dezembro. A Fifa e o Comitê Olímpico Internacional estudam uma possível permissão para que atletas que completarem 24 anos em 2021 possam estar em Tóquio. São apenas cinco anos como profissional, mas o início é de uma carreira promissora: estreia com gol, titular de uma grande equipe, vestindo a camisa da seleção e sonhando em um dia poder jogar no melhor futebol do mundo.

“Tenho o sonho de jogar na Europa, mas estou focado no Grêmio. Até porque só vou pra lá se jogar bem aqui. Então, enquanto estiver no Grêmio, vou dar o meu melhor” - finalizou.

 
Douglas Costa diz que não tem prazo para o futebol voltar e fala em título da Juventus
Comentários