Futebol Brasileiro

Titular do Santos, Pituca já chegou a desistir do futebol, mas coxinhas frustraram seus planos

Antes de atingir o sucesso no Santos, Diego Pituca chegou a parar de jogar futebol para ser estoquista, mas sua mãe o convenceu a voltar a jogar bola

Avatar del

Por Carlos Eduardo Alves

Diego Pituca atuou em 43 dos 48 jogos do Santos nesta temporada(Getty Images)

Diego Pituca atuou em 43 dos 48 jogos do Santos nesta temporada | Getty Images

Titular absoluto, peça-chave no(s) esquema(s) de Sampaoli e segundo jogador com mais atuações pelo Santos em 2019. Assim pode se descrever a temporada de Diego Pituca até aqui. Mas a vida do volante do Peixe poderia estar muito diferente hoje em dia.

Quando ainda atuava no sub-20 do Brasilis – clube de Águas de Lindoia criado pelo ex-zagueiro Oscar Bernardi –, Pituca chegou a abandonar o futebol para trabalhar como estoquista. A carreira longe dos gramados, no entanto, não durou mais de um mês. E o motivo é bem inusitado.

 

De volta ao futebol, Pituca chegou ao Guaçuano, time de Mogi Guaçu – sua cidade natal. Depois disso, passou por Matonense e Botafogo-SP antes de chegar ao Santos. Inicialmente contratado para o time sub-23, o volante se destacou no Brasileirão de Aspirantes e foi promovido à equipe principal.

Titular absoluto de Sampaoli e com grandes atuações em 2019, especulações sobre uma possível ida do volante ao futebol europeu já surgiram. Diego Pituca, no entanto, ainda tem objetivos a cumprir no Peixe antes de pensar em jogar no Velho Continente.

Tenho sonho de jogar na Europa. Mas estou focado no Santos. Jogar no Santos é tudo na minha vida, lutei muito pra chegar aqui. Eu quero fazer história aqui. Ainda não conquistei nada, quero fazer história aqui para depois pensar em ir para a Europa.

Na temporada de 2019, Diego Pituca vem sendo um jogador indispensável para Jorge Sampaoli, só não atuando quando está lesionado ou suspenso. No total, o volante disputou 43 dos 48 jogos do Santos no ano. 

Comentários