Futebol Brasileiro

Torcedores do Cruzeiro fazem 'vaquinha' para pagar dívida do clube com pai de santo

Em 2019, Raposa havia contratado pai de santo por R$ 10 mil para tentar evitar rebaixamento para a Série B

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Contratação ocorreu durante a gestão do presidente Wagner Pires de Sá I Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Contratação ocorreu durante a gestão do presidente Wagner Pires de Sá I Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Um grupo de torcedores do Cruzeiro se reuniu, há cerca de um mês, para fazer uma "vaquinha" e pagar uma dívida que a Raposa tinha com um babalorixá, também conhecido como pai de santo. O homem foi contratado no ano passado, durante a gestão do então presidente Wagner Pires de Sá, com o objetivo de evitar o rebaixamento do clube mineiro para a Série B na temporada passada. A informação é do 'UOL'.

Segundo informações, a pendência com o pai de santo era de R$ 4 mil. Bastante preocupados com a situação do time na Série B, que está na zona de rebaixamento ocupando a 18ª colocação na competição, os cruzeirenses se reuniram a fim de coletar dinheiro.

No fim de 2019, a Raposa havia contratado o homem para tentar evitar o rebaixamento e o trabalho foi cotado em R$ 10 mil, mas o clube só pagou R$ 6 mil. Com um valor relativamente baixo, os cruzeirenses comunicaram o clube que fariam o depósito de R$ 4 mil por conta própria. O clube não se manifestou oficialmente sobre o caso.

 
Pepe detona arbitragem de Manchester City 3x1 Porto: 'Nota menos dez'
Comentários