Futebol Brasileiro

Torcida do Flamengo se revolta com arbitragem no empate no Equador

Rubro-Negro ficou no 2 a 2 com o Independiente del Valle, teve gol anulado e pênalti polêmico contra sua meta

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Flamengo sentiu dificuldade na altitude de Quito, no Equador(Via Getty Images)

Flamengo sentiu dificuldade na altitude de Quito, no Equador | Via Getty Images

Na noite desta quarta-feira (19), o Flamengo disputou o primeiro jogo da decisão da Recopa Sul-Americana, contra o Independiente del Valle, e ficou no empate em 2 a 2. Um resultado considerado bom, mas que pelas circunstâncias, poderia ser melhor. Isso em virtude de uma arbitragem bastante polêmica no Equador. 

No primeiro tempo, o Rubro-Negro teve um gol anulado em lance muito difícil. Bruno Henrique partiu em velocidade à frente do último zagueiro do adversário, porém atrás da linha do meio de campo. A posição do tronco do camisa 27 foi o detalhe que fez o VAR confirmar a invalidação do tento. 

Já no final do segundo tempo, após virar o marcado com Pedro, o árbitro uruguaio Leodán González marcou pênalti de Rafinha em Murillo. O replay, no entanto, indicou que o lateral rubro-negro não tocou no atleta do time equatoriano. Mesmo assim, a penalidade foi confirmada sem nem sequer ter sido usado o recurso do árbitro de vídeo. Nas redes sociais, os flamenguistas se revoltaram e repercutiram as polêmicas. Confira abaixo.
 
 
 
Jesus nega arrogância por declaração após Fla x Flu: 'Apenas constatei fatos'
 
 
Comentários