Futebol Brasileiro

Torcidas de Flamengo e Vasco protestam após reunião dos clubes com Bolsonaro

Nas redes sociais, flamenguistas e vascaínos, em sua maioria, desaprovaram de forma veemente encontro de Rodolfo Landim e Alexandre Campello com Jair Bolsonaro pelo retorno do futebol

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Alexandre Campello e Rodolfo Landim, presidente de Vasco e Flamengo, respectivamente, em reunião com Jair Bolsonaro(Divulgação)

Alexandre Campello e Rodolfo Landim, presidente de Vasco e Flamengo, respectivamente, em reunião com Jair Bolsonaro | Divulgação

A terça-feira (19) está marcada por uma revolta em comum entre duas torcidas arquirrivais do futebol brasileiro: Flamengo e Vasco. Isso porque elas ficaram bastante insatisfeitas com o encontro que os presidentes dos dois clubes, Rodolfo Landim e Alexandre Campello, tiveram com o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. 

A reunião teve como objetivo dar um passo a mais em relação às tratativas sobre a possibilidade de que Vasco e Flamengo treinem no estádio Mané Garrincha durante a pandemia. A opção entrou em pauta pelo fato de que em Brasília os clubes não teriam o empecilho do governo nem do município para retornarem às atividades, já que no Rio de Janeiro, as autoridades ainda não autorizaram o retorno. 

Nas redes sociais, os torcedores de Flamengo e Vasco desaprovaram a atitudes dos seus representantes máximos e protestaram fortemente contra Landim e Campello. Muitos falaram em mancha na história das instituições, enquanto outros chegaram a ameaçar cancelamento de sócio-torcedor. Teve também o pedido de saída dos presidentes do Rubro-Negro e do Cruz-Maltino.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Confira abaixo um pouco desta reperucssão:

 
Jogadores brasileiros se unem em campanha contra projeto de lei
  • Flamengo e Vasco
Comentários