Futebol Brasileiro

Vampeta explica passagem de Mc Livinho pelo Audax e reclama: “Saiu caro porque virou piada”

Presidente do clube paulista diz que rotina de shows atrapalhou andamento do sonho

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Vampeta é presidente do Audax(Divulgação)

Vampeta é presidente do Audax | Divulgação

A “passagem-relâmpago” de Mc Livinho pelo Audax virou piada na internet. O clube paulista anunciou a contratação do cantor para a disputa da Série A2 no dia 10 de março, mas horas depois teve de publicar a rescisão do mesmo contrato. Irritado com a repercussão, Vampeta – que é presidente do clube desde 2013 – explicou o motivo da negociação ter virado meme.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

"O Audax pertence a uma família, do Mário Teixeira. Essa família é muito amiga desses MCs. O Livinho tem o sonho de disputar uma partida como profissional. (...) Então, ele assinou um contrato de três meses com o Audax, com um salário mínimo, registramos, era sério. Quando o nome dele saiu no BID, perceberam que as datas não batiam. Porque ele não ia parar de fazer shows por todo o Brasil. Aí saiu caro porque virou piada”, comentou o ex-volante do Corinthians e da Seleção Brasileira em entrevista ao Programa Pânico, da Jovem Pan.
 
MC Livinho chegou a ter seu contrato registrado na CBF e teve o nome publicado no Boletim Informativo Diário. A rescisão de contrato também já foi publicada pelo órgão. Vale lembrar que o cantor é figura mais do que carimbada nos amistosos de fim de ano. No início de 2020 ficou famoso por um golaço que marcou no confronto entre Amigos do Roberto Carlos x Amigos do Edmundo. O cantor garante que ainda vai realizar o sonho de disputar uma partida profissional.

  • Audax
Comentários