Melhor Futebol do Mundo

Adebayor descumpre ordens de quarentena, fica preso em país africano e causa polêmica no Olimpia

Time paraguaio emitiu comunicado em que diz respeitar, mas não compartilhar da decisão do atacante togolês

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Adebayor descumpre ordens de quarentena, fica preso em país africano e causa polêmica no Olimpia(AFP via Getty Images)

Adebayor descumpre ordens de quarentena, fica preso em país africano e causa polêmica no Olimpia | AFP via Getty Images

Emmanuel Adebayor mal chegou ao Olimpia, mas já se envolveu em uma polêmica com o clube paraguaio. O time de Assunção emitiu um comunicado, na noite da última segunda-feira (23), confirmando que o atacante descumpriu ordens de quarentena do país para tentar voltar ao Togo, onde nasceu.

O problema é que o veterano, ex-Manchester City, Arsenal, Real Madrid, entre outros, acabou ficando preso por, no mínimo, 14 dias no Benin, nação africana que faz fronteira com seu país natal.

Em nota, o Olimpia diz que "sua decisão foi de passar esse tempo com a família" e que, apesar de respeitar, não compartilha da decisão de Adebayor.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Na chegada ao Benin, o centroavante  disse a jornalistas: "não me importo com isso (estar preso no país). É como estar em casa."

Adebayor chegou ao Olimpia em fevereiro, sob grande festa no aeroporto de Assunção. Em sua estreia pelo Olimpia, contra o Defensa y Justicia, da Argentina, pela Libertadores, ele acabou expulso por uma entrada dura em atleta adversário.

O Paraguai, assim como grande parte dos países sul-americanos, está em estado de alerta por conta da pandemia do novo coronavírus. No local, já há uma morte confirmada pelo governo.

 
Comentários