Melhor Futebol do Mundo

Adidas não vai renovar contrato de Özil por conta de posição política do jogador

Amizade do meia do Arsenal com presidente da Turquia, Taiyyp Erdogan, é o motivo do encerramento do vínculo de patrocínio

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Relação de Özil com presidente turco gera polêmica(Getty Images)

Relação de Özil com presidente turco gera polêmica | Getty Images

O jornal alemão 'Bild' informa, nesta quarta-feira (03), que a Adidas não vai renovar o seu contrato com o meia Mesut Özil, do Arsenal. O vínculo expira ao término desta temporada. O acordo rende 3,5 milhões de euros ao jogador.

O problema para a não renovação está no posicionamento político de Özil. O jogador é amigo pessoal de Tayyip Erdogan, presidente da Turquia famoso por suas posições autoritárias. Isso tem incomodado a gigante alemã de material esportivo.

A relação entre Özil e Erdogan já foi alvo de polêmica no ano passado. Em dezembro de 2019, o meia e o presidente turco criticaram a China. Eles acusaram o país asiático de abusos contra a comunidade islâmica. Isso levou, inclusive, que Özil fosse apagado da versão chinesa do game Pro Evolution Soccer. 

 
Sávio diz que trio atual do Flamengo é mais importante, mas não melhor que o de 95
Comentários