Melhor Futebol do Mundo

Seguranças podem ter se juntado a torcedores racistas em Bulgária x Inglaterra

Observadores indicaram que alguns stewards, reconhecidos pelos coletes, participaram dos cânticos racistas

Torcedores fizeram gestos nazistas contra a Inglaterra(2019 Getty Images, Getty Images Europe)

Torcedores fizeram gestos nazistas contra a Inglaterra | 2019 Getty Images, Getty Images Europe

O caso de racismo e neonazismo na partida entre Bulgária x Inglaterra, pelas Eliminatórias da Euro 2020, continua reverberando na Europa. Dessa vez, observadores independentes indicaram que agentes de segurança, conhecidos como "stewards", teriam se juntado aos torcedores que entoaram cânticos racistas e imitaram macacos.

Os responsáveis por monitorar os torcedores durante a partida nesta segunda (14) teriam afirmado - porém não gravado - que algumas pessoas retiraram os coletes característicos e se juntaram aos torcedores que se manifestavam contra jogadores negros da seleção da Inglaterra.

O Fare, parceiro anti-discriminação da Uefa, confirmou a informação e disse que o emprego de ultras na segurança dos estádios é uma prática comum entre clubes e seleções do Leste Europeu.

A partida entre as duas equipes quase foi encerrada. Seguindo o protocolo da Uefa, que indica três etapas de ação contra o racismo, o sistema de som alertou os torcedores, e depois o jogo foi paralisado em duas instâncias, continuando até o fim apenas por decisão da equipe inglesa.

  • Eliminatórias Euro 2020
  • Bulgária
  • Inglaterra
Comentários