Melhor Futebol do Mundo

Árbitro da final da Copa de 90 dispara contra Maradona: "pessoa desprezível"

Edgardo Colesal relembrou partida contra a Alemanha e garantiu que, se aplicasse o rigor da lei, teira expulsado Maradona ainda no hino

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

1/2
Maradona discute com Codesal durante final da Copa de 90(Getty Images)

Maradona discute com Codesal durante final da Copa de 90 | Getty Images

Árbitro da final da Copa de 90 dispara contra Maradona: "pessoa desprezível"

Árbitro da final da Copa de 90 dispara contra Maradona: "pessoa desprezível"

Maradona deixou muitas desavenças por onde passou. Conhecido por falar muito e por um temperamento nada fácil, a lenda argentina conseguiu criar um grande inimigo em apenas 90 minutos. Foi o árbitro uruguaio Edgardo Codesal, que apitou a final da Copa do Mundo de 1990, entra Argentina e Alemanha. 

Codesal deu uma entrevista à rádio uruguaia '1010' e abriu o verbo contra Maradona. Segundo o ex-árbitro, teria sido possível expulsar El Pibe durante o toque dos hinos nacionais.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Sempre admirei o Maradona como jogador de futebol, mas como pessoa ele está entre as piores que eu conheci. Se eu tivesse aplicado o regulamento, teria que expulsá-lo antes do jogo pelo insulto que ele dirigiu a todo o estádio - referindo-se aos palavrões proferidos por Maradona durante o hino alemão."

"Eu poderia mandá-lo embora mesmo após a expulsão de Monzon, ele disse que era um assalto feito pela Fifa. Ele era um líder total em campo, tinha grande personalidade e eu sempre tive respeito e admiração pelo jogador de futebol que ele era, mas como pessoa eu o considerava desprezível", complementou Codesal.

 
Mauro Galvão critica Vasco: 'Não sabe usar sua torcida e nem da força que tem'

Comentários