Melhor Futebol do Mundo

Carragher revela que elenco do Liverpool sabia que Chelsea 'havia sido enganado' quando contratou Fernando Torres

Para o ex-jogador, Fernando Torres já não era mais o mesmo jogador quando deixou o Liverpool

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Fernando Torres não foi tão bem no Chelsea(cGetty Images)

Fernando Torres não foi tão bem no Chelsea | cGetty Images

Em 2011, o atacante Fernando Torres chocou o mundo e revoltou torcedores do Liverpool quando trocou os Reds pelo Chelsea, numa transferência de 50 milhões de libras (R$ 338 milhões, na cotação atual). No entanto, o elenco que viu o espanhol partir ficou tranquilo, como ilustra o ex-volante Jamie Carragher.

Em entrevista à 'Sky Sports', o inglês afirma que, ao menos no vestiário de Anfield, a saída de Fernando Torres foi vista com incredulidade. Mas não pela ida para um rival, mas pelo valor que o Chelsea pagou para contratar o centroavante. Para Carragher, todos no elenco já sabiam que ele "não era mais o mesmo".

"Eu não consegui acreditar. Eu sabia que tínhamos enganado o Chelsea. Nos últimos 12 meses, ele era só uma sombra do que já tinha sido. 50 milhões de libras era muito dinheiro naquele momento e estávamos em choque, não acreditamos que conseguimos 50 milhões."

 

Falando com John Terry, ex-capitão e ídolo do Chelsea, Carragher tentou explicar como entendeu a negociação por parte do Chelsea. Admitindo que Fernando Torres, em determinado momento, foi um dos melhores atacantes do mundo, o ex-volante e zagueiro acha que seus gols sobre os Blues deixaram uma marca na mente do dono Roman Abramovich.

"Por 18 meses no Liverpool, ele foi o melhor centroavante do mundo. E acho que ele foi tão bem contra o Chelsea que isso ficou na cabeça do dono. Acabou sendo bom para o Liverpool. Fizemos algo parecido comprando Andy Carroll por 35 milhões de libras, mas conseguimos Luis Suárez também. E eu não fiquei tão surpreso que [Fernando Torres] não deu certo [no Chelsea]."

De fato, Fernando Torres não repetiu o bom desempenho de Atlético de Madrid e Liverpool na capital inglesa. Pelo Chelsea, foram 172 partidas e apenas 45 gols (contra 142 jogos e 81 gols pelos Reds).

 
Willian revela detalhes de negociação com o Chelsea e indica que não deve ficar no clube
Comentários