Melhor Futebol do Mundo

Chamado de mercenário por presidente do Borussia Dortmund, Aubameyang responde: 'Você é um palhaço'

Aubameyang criticou venda de Ousmane Dembélé para o Barcelona em rede social

Aubameyang é um dos principais jogadores do Arsenal desde que chegou ao clube(2019 Getty Images, Getty Images Europe)

Aubameyang é um dos principais jogadores do Arsenal desde que chegou ao clube | 2019 Getty Images, Getty Images Europe

Horas antes de pisar no gramado do Emirates Stadium para o jogo contra o Standard Liège, pela segunda rodada da fase de grupos da Europa League, o atacante Pierre-Emerick Aubameyang causou polêmica no Twitter ao rebater fala de Hans-Joachim Watzke, CEO do Borussia Dortmund, seu ex-clube, que o chamou de mercenário.

Em entrevista ao 'Suddeutsche Zeitung', Watzke afirmou que o gabonês se transferiu para o Arsenal puramente por questões financeiras e ironizou o fato de Aubameyang não estar disputando a Champions League com o clube londrino.

Watzke e Michael Zorc
Hans-Joachim Watzke (esq.) não superou a saída de Aubameyang do Borussia Dortmund

"Pierre-Emerick Aubameyang, que está jogando tão bem pelo Arsenal, provavelmente tem uma sensação de conforto quando olha para sua conta bancária, mas às quartas ele só pode assistir à Champions League e ficar triste".

Auba claramente não gostou do que ouviu do mandatário e usou uma de suas redes sociais para criticar Watzke, citando a transferência de Ousmane Dembélé para o Barcelona.

"É melhor para você que eu nunca fale sobre o real motivo pelo qual saí do Dortmund. Sr. Watzke, você é um palhaço. Lembro daquela vez em que você disse que nunca venderia Ousmane, então viu mais de 100 milhões [de euros] e foi o primeiro a aceitar o dinheiro. Por favor, não fale de dinheiro. Por favor, me deixe em paz".

Contratado pelo Arsenal em janeiro de 2018 por € 63,75 milhões, Aubameyang tem 73 partidas pelo Arsenal, com 49 gols marcados e 12 assistências em seu nome.

Comentários