Melhor Futebol do Mundo

David Luiz desabafa e garante que muitos jogadores se esconderam após o 7 a 1

Zagueiro do Arsenal diz que muitas pessoas não quiseram dividir a responsabilidade da goleada com ele

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

David Luiz ficou marcado para o povo brasileiro(Getty Images)

David Luiz ficou marcado para o povo brasileiro | Getty Images

Seis anos após o 7 a 1, a goleada ainda não foi digerida por muita gente, principalmente pelo zagueiro David Luiz, capitão do Brasil naquele dia. O zagueiro deu uma entrevista ao canal de TV do Benfica e revelou que ficou chateado com a postura de alguns membros do elenco e da comissão técnica. Para ele, muita gente não assumiu a responsabilidade e deixou ele levar a culpa da derrota para a Alemanha sozinho.

Eu encarei as câmeras depois do jogo. Os primeiros meses, que é uma memória recente, as pessoas lembravam, no Brasil, do que fiz na Copa do Mundo. Mas depois se apagou e ficou só aquele jogo. Para mim, muitas pessoas se esconderam e não quiseram dividir a responsabilidade. Eu carreguei o peso, durante muito tempo, sozinho. Não é da forma que deveria ser."

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

"Primeiro tento entender a razão das coisas. Depois, sei que até aquele jogo talvez eu fosse o melhor jogador da Copa do Mundo, ou entre os três melhores. Depois se tem aquele jogo, que é uma decepção, uma desilusão para todos. Fiquei muito tempo pensando na razão daquilo. Para mim, nos preparamos da melhor forma, tínhamos um grande treinador, um grande grupo. No ano anterior batemos a Espanha de uma forma muito contundente na Copa das Confederações. E depois chegamos numa semifinal... Para mim, não estávamos acostumados a sair perdendo por dois ou três de diferença e virar o jogo. Isso não tinha acontecido nenhuma vez. De repente, foi um baque. Tomamos um, dois, o terceiro em seguida", completou o hoje zagueiro do Arsenal.

David Luiz tem 56 jogos pela Seleção Brasileira e marcou 3 gols (dois deles na Copa do Mundo de 2014, um contra o Chile e outro contra a Colômbia). Ele conquistou uma Copa das Confederações, em 2013, na qual ficou marcado pelo gol que tirou em cima da linha.

 
Comentários