Melhor Futebol do Mundo

Dez jogadores para ficar de olho no retorno da Premier League

De Sadio Mané a Pablo Marí, selecionamos quem mais merece a sua atenção

Parece até que a Premier League fez cálculos para evitar que a espera chegasse aos três dígitos: 99 dias separam a goleada de 4 a 0 do Leicester sobre o Aston Villa – a última vez em que a bola rolou no Campeonato Inglês – do retorno da competição, nesta quarta-feira (17), em que o próprio Villa entra em campo diante do Sheffield United, além do confronto entre Manchester City e Arsenal. 

Se não há briga pelo título, e sim apenas uma espera para saber quando o Liverpool confirmará a conquista, felizmente o mesmo não se pode dizer de outras áreas de ação na tabela. Nada está definido na disputa por vagas europeias nem na fuga do rebaixamento, então há muito para ser acompanhado com emoção.

Em meio às 92 partidas ainda em disputa, o comentarista Bruno Formiga e o correspondente Fred Caldeira separam aqui dez jogadores que merecem um olhar mais atento – há desde nomes já consagrados até outros que construíam nesta temporada o próprio ápice.

Kevin De Bruyne, meia do Manchester City - joga contra o Arsenal, quarta (17), 16h15.

Mais saudável nesta temporada, o belga voltou a jogar demais. E pode se tornar o maior assistente em uma única edição de Premier League. O recorde pertence a Henry, que em 2002/2003 deu incríveis 20 passes para gol. De Bruyne já tem 16 e parece pronto, depois de bater na trave pelo menos duas vezes, para derrubar o feito do ex-atacante Arsenal.

 
De pênalti, De Bruyne vira para o Manchester City!

Vale lembrar que, antes da pausa por causa da pandemia do novo coronavírus, o camisa 17 chegou a ser apontado por muita gente como candidato forte ao prêmio de melhor do mundo. Se vai ganhar, não sabemos. Mas que ele é o melhor garçom do futebol inglês (há um bom tempo) ninguém tem dúvidas.

Bruno Fernandes, meia do Manchester United - joga contra o Tottenham, sexta (19), 16h15.

Aos 43 minutos do segundo tempo do clássico contra o Manchester City, Bruno Fernandes foi substituído para ver os mais de 70 mil torcedores presentes no Old Trafford o aplaudirem de pé. O Manchester United venceu a partida por 2 a 0, engatou o 10º jogo seguido de invencibilidade e Fernandes recebeu um reconhecimento muito raro para quem tinha apenas pouco mais de um mês de clube.

 
GOL de Portugal! Bruno Fernandes marca após belo lançamento de Bernardo Silva

Nenhum aplauso foi por acaso. Desde a estreia diante do Wolverhampton, o português disputou nove partidas e foi o líder dos Red Devils em chutes a gol, cruzamentos e passes-chave. Para além das estatísticas, levantou o moral de um gigante que parecida fadado a mais uma temporada apagada. Eleito o melhor jogador da Premier League no mês de fevereiro, Bruno Fernandes promete ser uma das histórias mais empolgantes neste retorno do futebol inglês.

Sadio Mané, atacante do Liverpool - joga contra o Everton, domingo (21), 15h.

Do trio poderoso do Liverpool, ele tem sido o melhor e mais brilhante desde a temporada passada. Nesta, Mané manteve o nível. Velocidade, intensidade, senso coletivo e gols. Fora os dribles e jogadas individuais que abrem espaço para todo o volume ofensivo do time.

 
Mané marca mais um para o Liverpool

O atacante tem aparecido nos momentos mais importantes desta Premier League e também é nome forte para brigar pelo prêmio de melhor da competição. São 14 gols e nove assistências até aqui. Mané também é importante sem bola. Já tem 36 roubadas e 11 interceptações. Fundamental! 

Gabriel Martinelli, atacante do Arsenal - joga contra o City, quarta (17), 16h15

O primeiro adolescente a alcançar a marca de 10 gols pelo Arsenal desde Nicolas Anelka. Chamado de “talento do século” por Jurgen Klopp. Um golaço marcado em pleno Stamford Bridge diante do Chelsea. Prestes a completar 19 anos, Gabriel Martinelli já fincou território na temporada de estreia pelos Gunners mesmo em meio à concorrência de nomes como Pierre Aubameyang, Alexandre Lacazette e Nicolas Pépé.

E é justamente a interrogação quanto ao futuro tanto de Auba quanto de Lacazette que pode dar urgência à utilização de Martinelli no time titular de Mikel Arteta, que prefere o brasileiro atuando como centroavante. Nos 15 jogos do Arsenal sob o comando do espanhol, Gabriel participou de nove.

Adama Traoré, atacante dos Wolves - joga contra o West Ham, sábado (20), 13h30.

Depois de uma primeira temporada ruim pelo Wolverhampton, beirando quase a decepção completa, Traoré está voando! Cria do Barcelona, ele nunca esteve tão bem na carreira. Mais forte, mais rápido. E mais decisivo. São quatro gols e sete assistências nesta Premier League que vem sendo bem melhor do que o projetado para a equipe.

Adama chama atenção pelo físico, mas vem jogando um bolão na temporada (Foto: Getty Images)

Além disso, Adama Traoré é o jogador com mais dribles certos até agora (144). Uma qualidade que gera espaços e quebra marcação para ele e os companheiros. Se Wolverhampton sonha com competições europeias (inclusive Champions), muito é pelo desempenho do seu camisa 37.

Çaglar Söyüncü, zagueiro do Leicester City - enfrenta o Watford, sábado (20), 8h30.

A missão do turco era enjoada no início da temporada: substituir a referência Maguire, que deixou o Leicester pela fortuna de 73 milhões de libras. Mas Çaglar Söyüncü, que custou basicamente quatro vezes menos, matou no peito e resolveu a questão. Faz uma temporada espetacular e segura. Com o biotipo parecido com o de Maguire e um tempo de bola excelente, o turco se destaca pelos lançamentos precisos e frieza no desarme. Tem dado aula de posicionamento e regularidade. Mesmo aos 24 anos. O desempenho é tão bom que já se fala em Barcelona como destino.

Söyüncü é um dos principais destaques defensivos da Premier League (Foto: Getty Images)

Jack Grealish, meia do Aston Villa - joga contra o Sheffield United, quarta (17), 14h.

Uma carreira que segue o roteiro dos sonhos: brilhar pelo clube de coração. Jack Grealish nasceu em Birmingham, sempre torceu para o Aston Villa e está no clube desde os seis anos de idade. Na temporada passada, foi a estrela de um time que recolocou os Villans na Premier League e, na atual, segue como o grande líder na tentativa de manter o clube na mais alta divisão inglesa.

Jack Grealish ainda tem 24 anos e pode ser peça-chave do futuro da Inglaterra (Foto: Getty Images)

Grealish marcou sete gols e distribuiu seis assistências nesta Premier, além de ser o jogador que mais sofreu faltas (127) e o segundo maior criador de chances (57) com bola rolando. Aos 24 anos, o capitão do Villa é apontado como o plano B do Manchester United na próxima janela de transferências. Caso os Red Devils não consigam comprar Jadon Sancho junto ao Borussia Dortmund, Grealish pode se tornar o grande alvo de Solskjaer – mas especula-se que o Aston Villa deve pedir cerca de 75 milhões de libras pelo jogador.

Jordan Henderson, volante do Liverpool - joga contra o Everton, domingo (21), 15h

O capitão faz a melhor temporada da vida. Domina o meio, lidera e tem até brilhado em um Liverpool que deve entrar para a história com um título que não vem há três décadas. Mesmo em um elenco com nomes até mais fortes, Henderson é candidato a melhor jogador do time na temporada e melhor jogador da Premier League até aqui. Os números nem são exuberantes (três gols e cinco assistências), mas a onipresença no meio-campo faz dele uma peça-chave no time de Jürgen Klopp.

Henderson pode levantar novo troféu nos próximos dias, mas agora o da Premier League (Foto: Getty Images)

Ben Chilwell, lateral esquerdo do Leicester - joga contra o Watford, sábado (20), 8h30.

Chilwell tinha apenas 20 anos e vivia a temporada de estreia nos profissionais do Leicester quando o clube chocou o mundo e conquistou a Premier League em 2016. Aquele garoto que assistiu ao título do banco de reservas é hoje o segundo melhor lateral-esquerdo do campeonato inglês, atrás apenas do irresistível Andy Robertson.

Chilwell é uma das principais promessas para as próximas gerações do futebol inglês (Foto: Getty Images)

Como o jogador do Liverpool é escocês, a posição de titular na seleção de Gareth Southgate encontrou em Chillwell a estabilidade que o antecessor, Danny Rose, jamais entregou. O lateral dos Foxes, claro, já está na mira dos mais ricos: o Chelsea considera negociar os 85 milhões de libras que o Leicester, especula-se, pede pelo defensor.

Pablo Marí, zagueiro do Arsenal - joga contra o City, quarta (17), 16h15.

Primeiro espanhol da história a conquistar a Copa Libertadores, Pablo Marí ainda busca o próprio espaço no futebol inglês. Desde que chegou ao Arsenal, em janeiro, o zagueiro jogou apenas duas partidas com a equipe profissional – nas oitavas da Copa da Inglaterra, contra o Portsmouth, e diante do West Ham pela Premier League.

 

A amostragem, portanto, é pequena, mas em ambos os jogos os Gunners saíram sem sofrer gol. O clube ainda não decidiu se ativará a cláusula de compra definitiva de Marí, então a conclusão da temporada será fundamental para que o jogador prove a Mikel Arteta o valor que a torcida do Flamengo acompanhou de perto.

Comentários