Melhor Futebol do Mundo

Dez jogadores para ficar de olho no retorno de La Liga, que acontece nesta quinta

Após quase 90 dias de pausa, o Campeonato Espanhol vai voltar com uma grande briga pelo título e uma interessante batalha por vagas em competições europeias, tendo alguns jogadores para serem observados de perto

Suárez vai voltar aos gramados no retorno de La Liga e é um nome para se observar(Getty Images)

Suárez vai voltar aos gramados no retorno de La Liga e é um nome para se observar | Getty Images

O Campeonato Espanhol está voltando e a briga vai ser boa. Barcelona e Real Madrid vão duelar pelo título nas 11 rodadas restantes para o término da competição, a vantagem dos culés é de apenas dois pontos. Entre o 3º, o Sevilla, e o 7º, o Valencia, a diferença é de cinco pontos. Temos 5 equipes que vão brigar por 2 vagas para a próxima Champions League e outras, que nestas 11 rodadas, ainda podem aparecer.

Entre as equipes que podem brigar por algo até o término da competição, separamos alguns nomes que podem desequilibrar. São jogadores de todos os perfis: jovens, veteranos, apostas, estrelas consolidadas, quem vinha fazendo ótima temporada, quem tem a chance de se redimir nessa reta final, quem estava no ápice fisicamente, quem está voltando de lesão... Tem de todos os tipos e para todos os gostos!

Nabil Fékir, meia-atacante do Real Betis - enfrenta o Sevilla, na quinta (11), às 17h

Uma das sensações da janela de transferências do início da temporada, quando foi especulado em grandes times europeus, o francês Nabil Fékir é uma das esperanças do Betis para escalar degraus na tabela de classificação e poder disputar competições europeias. Adquirido por menos de 20 milhões de euros antes da parada devido à pandemia, visto com desconfiança por questões físicas, Fekir vivia seu melhor momento no Betis, apesar dos resultados da equipe não serem tão positivos quanto suas atuações.

O Betis é, neste momento, 12ª na tabela. Nos últimos seis jogos que esteve em campo com o clube, o francês marcou tês gols e deu três assistências. Desde que chegou à equipe, Fekir soma sete gols em 23 jogos.

Fekir é um dos principais nomes do Betis (Foto: Getty Images)

Iñaki Williams, atacante do Athletic Bilbao - enfrenta o Atleti, domingo (14), às 9h

O jogador mais rápido do futebol espanhol. Iñaki Williams, atacante do Athletic Club de Bilbao, foi apontado pelo 'Le Figaro' como o segundo jogador mais rápido do mundo, com 35,7 km/h de velocidade máxima numa partida. Com 25 anos, ele é a principal peça do ataque do clube do norte do país, ainda mais após a aposentadoria de Aritz Aduriz, durante a paralisação do futebol. Artilheiro da equipe com dez gols em 34 jogos, Williams está na mira de grandes clubes da Europa, mas tem preferido seguir em casa. Outro nome para ser olhado com atenção é o do goleiro Unai Simón, que faz grande temporada.

O velocista Iñaki Williams é destaque do Athletic Bilbao (Foto: Getty Images)

Santi Cazorla, meia do Villarreal - enfrenta o Celta, sábado (13), às 12h

Um “garoto” de 35 anos. E contando. Santi Cazorla é uma das maiores histórias de superação do futebol mundial nos últimos anos. Após seguidas lesões no tendão de Aquiles e no tornozelo, chegou a ser informado por médicos que seria feliz se pudesse voltar a brincar com seu filho no jardim. Mas Cazorla deu a volta por cima e hoje é o principal jogador do Villarreal, tendo inclusive voltado a ser convocado para a seleção espanhola.

O clube, com aspirações de voltar a disputar competições europeias, está na 8ª posição e conta com os gols - são 12 em 29 jogos na temporada - e com a liderança de um de seus capitães para alcançar seus objetivos. Cazorla tem sido o ponto de criação e de equilíbrio do Villarreal, que vinha crescendo de produção antes da paralisação.

Cazorla quase teve de pendurar as chuteiras, mas se reergueu (Foto: Getty Images)

Ferran Torres, atacante do Valencia - enfrenta o Valencia, sexta (12), às 17h

Uma das joias da base do Valencia, o atacante de 20 anos é cobiçado pelos grandes clubes da Europa. Com velocidade, habilidade e um acerto nas tomadas de decisão incomum para alguém tão jovem, o ponta é um dos destaques dos chés na temporada e uma das peças que pode fazer com que o Valencia entre definitivamente na briga por uma vaga na Champions nesta reta final.

São seis gols em 34 jogos e muita margem de crescimento pela frente. Por isso, ele desperta interesse de clubes como Juventus, Borussia Dortmund, Real Madrid e, segundo a imprensa inglesa, foi um pedido de Pep Guardiola para a diretoria do City. O contrato dele termina no fim da temporada 2020/21 e ele recusou a proposta de renovação do Valencia, o que deve fazer com o clube o negocie na janela após o fim desta temporada.

 
Ferran Torres marca belo gol de cobertura e vira para o Valencia

Marcos Llorente, volante do Atlético de Madrid - enfrenta o Bilbao, domingo (14), às 9h

O Atlético de Madrid pagou 30 milhões de euros ao Real Madrid no início da temporada para contar com o volante, que não conseguiu convencer Zinedine Zidane. Llorente demorou para ganhar um espaço com Simeone, mas no último jogo antes da parada devido à pandemia, foi o herói de Anfield marcando dois gols e classificando o Atleti na Champions.

Nas oito partidas da Liga dos Campeões, Llorente só disputou três jogos e em todos saiu do banco de reservas. No Espanhol, foi titular em apenas oito dos 27 jogos, porém cinco vezes nas últimas seis partidas. Na volta aos treinos, Simeone tem testado Llorente mais avançado, impressionado pelo desempenho dele no jogo em Anfield. Essa atuação deve trazer muito mais minutos para ele, que parece ter entrado definitivamente nos planos do técnico colchonero.

 
De novo ele: Llorente aparece bem na entrada da área e empata para o Atleti

Marc Cucurella, ala esquerdo do Getafe - enfrenta o Granada, sexta (12), às 14h30

A revelação das canteras do Barça conseguiu colocar para fora todo o seu potencial no Getafe e não apenas na lateral-esquerda. Cucurella tem feito um grande Espanhol jogando em várias posições e funções no lado esquerdo do campo. É um dos principais jogadores do Getafe, uma das equipes mais regulares do Campeonato Espanhol.

Ele chegou emprestado pelo Barcelona no início da temporada e encaixou no time de José Bordalás, que hoje ocupa a 5º colocação do Espanhol, a ponto de o Getafe exercer a compra total dos direitos dele, por seis milhões de euros, em março. Rápido, criativo e versátil, ele é um dos pilares de uma equipe que sonha em estar na próxima Liga dos Campeões.

Rejeitado no Barça, destaque no Getafe: este é Marc Cucurella (Foto: Getty Images)

Martin Odegaard, meia da Real Sociedad - enfrenta o Osasuna, domingo (14), às 17h

A Real Sociedad ocupa a 4ª colocação na tabela do Campeonato Espanhol e é uma das equipes na briga para estar na próxima Champions League. E quem dita o ritmo dos txuri-urdin é o meia norueguês, Martin Odegaard. Emprestado pelo Real Madrid até o final da temporada, o jovem está aproveitando a oportunidade para ter continuidade, são sete gols em 28 jogos.

Com 21 anos, Odegaard vive seu melhor momento na carreira. Mais maduro, toma decisões certas e constrói o jogo de um time que joga para ele. O desempenho é tão bom que o Real Madrid estuda chamar o norueguês de volta ao Santiago Bernabéu após a temporada.

Odegaard já é tratado como possível solução para o meio-campo do Real Madrid (Foto: Getty Images)

Lucas Ocampos, ponta do Sevilla - enfrenta o Sevilla, quinta (11), às 17h

O ponta argentino Lucas Ocampos, de 25 anos, chegou ao Sevilla no início da temporada como uma das contratações de “desconhecidos” feitas pelo diretor esportivo Monchi. Ele foi adquirido por 15 milhões de euros, mas de acordo com o 'Transfermarkt', hoje vale o dobro. Com 12 gols em 29 jogos, Ocampos é o artilheiro do Sevilla na temporada e o principal jogador do sistema ofensivo da equipe que ocupa a 3ª posição na tabela de classificação. Um dos achados de Monchi que está dando um retorno imediato ao time de Lopetegui. O Sevilla também tem dois jogadores que se destacam entre os melhores do torneio: o zagueiro Diego Carlos e o lateral-esquerdo Sergio Reguilón.

Ocampos é um dos melhores jogadores do Sevilla (Foto: Getty Images)

Eden Hazard, atacante do Real Madrid - enfrenta o Eibar, domingo (14), às 14h30

Se a pandemia não tivesse parado o futebol, provavelmente o Real Madrid teria terminado a temporada sem sua estrela em campo. Operado no início de março, Eden Hazard aproveitou o tempo de confinamento para dar passos largos em sua recuperação e, três meses depois, já está à disposição de Zidane. Com apenas 15 jogos e um gol marcado na temporada, o atacante de 100 milhões de euros pode ser visto como uma decepção ou apontado como a grande esperança do Real Madrid para esta reta final do Espanhol.

O belga teve muita dificuldade para ficar em forma no período em que esteve à disposição do técnico do Real. Após esse período machucado, espera-se que a qualidade de Hazard apareça e ele lidere a equipes nesses 11 jogos que decisivos para o Real Madrid.

 
Hazard perde gol na cara para o Real

Luis Suárez, atacante do Barcelona - enfrenta o Mallorca, sábado (13), às 17h

Mesmo sem jogar desde o dia 9 de janeiro, Luis Suárez está entre os artilheiros de La Liga com 11 gols em 17 jogos. É o quarto jogador que mais finalizou na competição, e o terceiro maior assistente. O uruguaio aproveitou o confinamento para avançar na recuperação da lesão no joelho e passou de ser uma dúvida para a reta final da temporada para uma certeza neste retorno. Um reforço importante para a briga pelo título, dando mais companhia e mais uma arma poderosa para Lionel Messi.

 
Com assistência de Messi, Suárez abre o placar no Camp Nou
Comentários