Melhor Futebol do Mundo

Lucas Leiva revela desejo de voltar ao Grêmio e espera que Italiano seja decidido em campo

Em acordo com o clube, volante aproveitou a paralisação do futebol para realizar artroscopia no joelho e sonha com título da Lazio na Serie A

Avatar del

Por Monique Danello

Lucas Leiva ainda sonha com título do Campeonato Italiano pela Lazio(Foto:  Marco Rosi / Correspondente)

Lucas Leiva ainda sonha com título do Campeonato Italiano pela Lazio | Foto: Marco Rosi / Correspondente

A Itália ainda enfrenta dias difíceis com a Covid-19 e o futebol também sofre os efeitos da pandemia. Lucas Leiva está em casa, em Roma, desde que a quarentena começou. A Lazio não liberou os jogadores para voltarem para seus países. A família do volante chegou a viajar para o Brasil, mas com a situação se agravando na América do Sul também, decidiu retornar.

"A gente acaba acompanhando pouco, mais pelas notícias, porque fica em casa, mas parece que as coisas têm melhorado. Ainda é uma situação delicada, o mundo todo ainda não sabe que rumo tomar, se é continuar o isolamento ou não. Aqui, nós já estamos próximos da segunda fase, que será dia 4 de maio. Estamos esperando para ver qual será o próximo passo. Nesse ano de 2020 acho que as pessoas vão ter que se acostumar a conviver com este vírus, tomando todos os cuidados possíveis", analisou o jogador.

Lucas Leiva aproveitou a paralisação do futebol para resolver uma dor no joelho, que o incomodava desde janeiro. O volante tinha optado por tratamentos mais conservadores, mas, com a suspensão dos campeonatos, decidiu passar por uma artroscopia, em decisão conjunta com a Lazio. Já está em fase de recuperação e espera poder voltar a treinar com os companheiros, assim que as atividades forem liberadas.

"Desde janeiro, eu vinha sentindo algumas dores no joelho, mas ainda me permitia continuar jogando. Uma semana antes da parada, eu comecei a sentir uma dor mais forte. Fiz alguns tratamentos, mais conservadores. Depois de três, quatro semanas, comecei a aumentar a carga e vi que joelho não estava respondendo da forma que eu imaginava. Conversei com o clube, que agora seria a melhor forma de fazer, já que está tudo parado e eu também teria tempo para recuperar. Não foi uma cirurgia grave, foi mais uma limpeza mesmo. Já estou no processo de reabilitação e espero poder voltar a correr o mais breve possível. Com a parada, tenho um pouco mais de calma, não tem aquela pressa de voltar o mais rápido possível. Foi uma decisão em conjunto e a evolução tem sido muito boa", explicou o volante.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Quando o Campeonato Italiano foi interrompido, a Lazio ocupava a segunda posição na tabela, a apenas um ponto da Juventus. O principal objetivo da equipe nesta temporada é conquistar a vaga na Liga dos Campeões, mas com atuações convincentes a briga pelo título virou uma realidade.

"Nesse momento, é muito difícil falar em justiça. Nós estamos num momento que nem imaginava que iria acontecer. Todo mundo tem vontade que o campeonato retome, a gente tem vontade de terminar algo que foi parado em um momento importante para nós, uma disputa de título, que há anos a Lazio não consegue disputar, mas nós temos que esperar as decisões dos responsáveis. O que eles decidirem teremos que acatar. Obviamente que a gente gostaria de terminar o campeonato, porque estamos um ponto atrás da Juventus, ainda são 12 jogos que faltam e por tudo que fizemos, a gente gostaria de terminar, primeiro classificar para a Liga do Campeões e depois disputar o título, que estamos bem perto", afirmou Lucas Leiva.

Em entrevista ao "Fora de Jogo", do Esporte Interativo, Lucas Leiva respondeu perguntas dos torcedores, fãs da Lazio, do Liverpool e do Grêmio, principalmente. O volante revelou o desejo de voltar ao clube que o projetou para o futebol, mas preferiu não falar em datas.

"Eu sempre fui sincero em relação à minha identicação com o Grêmio, parece que foi ontem que saí de lá. Quando eu saí do Brasil, a minha ideia era ficar 12 anos na Europa, voltar com 32, 35, jogar no Grêmio e encerrar. Mas a vida mostra outros caminhos. Na Itália, eu vim para um clube que me abraçou de uma forma incrível, me senti jovem de novo. Eu gostaria de um dia voltar ao Grêmio, nunca escondi isso, mas depois de um período de carreira, você acaba não fazendo muitos planos, vai vivendo ano a ano, vendo como seu corpo reage. A minha ideia um dia é voltar, mas não consigo dizer quando. Seria até injusto com a Lazio, tenho contrato de dois anos. Esou feliz, minha família está feliz. Quando tiver essa opção de voltar, vamos ver se o Lucas estará bem, se o Grêmio vai precisar de um jogador como o Lucas. Mas a minha vontade continua, eu só não posso dizer quando", revelou o volante.

 
'Vou voltar quando a situação melhorar, quando puder voltar em segurança', diz Douglas Costa
Comentários