Melhor Futebol do Mundo

Em reunião, jogadores expressaram medo e incertezas sobre retorno da Premier League

Liga propôs "mudanças culturais" e protocolo a ser seguido pelos atletas para que competição voltasse em 12 de junho, mas meta pode ter de ser adiada

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Premier League não deve mais voltar em 12 de junho(Getty Images)

Premier League não deve mais voltar em 12 de junho | Getty Images

Nesta quarta (13), a Premier League levou aos capitães e técnicos dos seus 20 clubes as propostas que consideram necessárias para que a divisão de elite do futebol inglês volte a ser disputada o mais rápido possível. Entretanto, o saldo da reunião parece não ter sido positivo.

Segundo o 'Mirror', alguns capitães, como Troy Deeney, do Watford, e Mark Noble, do West Ham, expressaram sérias preocupações com as propostas da Premier League. Num geral, a reunião - que durou mais de duas horas - foi permeada por muitos questionamentos levantados pelos atletas.

A publicação aponta que um dos principais pontos de discordância entre a liga e os atletas foi a necessidade de que os jogadores teriam de assinar um termo de compromisso. Para alguns dos capitães, isso representaria uma espécie de proteção à liga caso algum deles ou um de seus familiares fosse contaminado pelo novo coronavírus. A liga negou.

Embora outros jogadores tenham falado sobre a vontade de voltar a jogar, o tom da reunião acabou sendo negativo para a ideia de que a Premier League poderia voltar a ser disputada no dia 12 de junho. Tudo indica que a meta terá de ser adiada em, pelo menos, uma semana.

 
Na base da raça, Atleti bate o Liverpool em Anfield e garante vaga nas quartas da Champions
Comentários