Melhor Futebol do Mundo

Estudo indica que jogo entre Liverpool e Atlético de Madrid pode ter contribuído para 41 mortes por COVID-19

Relatórios do 'Edge Health', que analisa dados do sistema público de saúde da Inglaterra, indicaram 41 mortes a mais do que o normal nos dias seguintes à partida, que ocorreu com portões abertos

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Confronto da Champions pode ter sido catastrófico para a vida de 41 pessoas(Getty Images)

Confronto da Champions pode ter sido catastrófico para a vida de 41 pessoas | Getty Images

O jogo entre Liverpool x Atlético de Madrid, épico dentro de campo, foi uma das últimas partidas a ser disputada com a torcida presente no estádio na Europa. E pode ter tido consequências trágicas: segundo um estudo publicado neste domingo (24), 41 pessoas podem ter morrido em decorrência da COVID-19 após a partida.

A informação foi publicada pelo jornal 'Sunday Times', que aponta que o Edge Health, um grupo que analisa números e dados do Serviço Nacional de Saúde (NHS) da Inglaterra, percebeu que, nos dias seguintes ao jogo, 41 mortes "acima do esperado" foram registradas.

O estudo comparou os dados de mortes de hospitais de Liverpool entre 25 a 35 dias depois da partida e um hospital de outra região, para servir como grupo de controle. Dessa forma, estimaram que 41 das mortes seriam decorrentes do confronto pela Champions League.

Naquele dia, em torno de 3 mil torcedores do Atleti viajaram de Madri para Liverpool para assistir à partida em Anfield. À época, a capital espanhola já era uma das cidades mais afetadas pelo novo coronavírus em toda a Europa.

 
Na base da raça, Atleti bate o Liverpool em Anfield e garante vaga nas quartas da Champions
Comentários