Melhor Futebol do Mundo

Ex-Corinthians e Palmeiras, Ewerthon revela convite para jogar na seleção argentina: 'Seria suicídio'

Em entrevista ao canal 'Fox Sports', ex-atacante afirmou que convite veio por meio do técnico José Pekerman, quando ele atuava pelo Zaragoza, da Espanha

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Ewerthon agradou a José Pekerman, então técnico da Argentina, atuando pelo Zaragoza(Getty Images)

Ewerthon agradou a José Pekerman, então técnico da Argentina, atuando pelo Zaragoza | Getty Images

É comum vermos pelo mundo afora jogadores com dupla nacionalidade defenderem seleções diferentes dos países em que nasceram. Esse poderia ser o caso de Ewerthon, com a Argentina.

Ex-atacante de Corinthians, Palmeiras e Atlético-MG, ele revelou que recebeu um convite do técnico José Pekerman para defender a seleção albiceleste, quando ele atuava pelo Zaragoza, da Espanha.

"Tive a felicidade de, depois de um jogo, o Pékerman vir conversar comigo. Se eu não tivesse jogado na Seleção Brasileira, ele queria que eu me naturalizasse argentino porque gostava da maneira que eu jogava. São frutos e ganhos que temos na carreira", comentou o ex-atleta, em entrevista à emissora 'Fox Sports'.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

"Ele me fez grandes elogios, e fez esse convite, mas eu falei assim: 'olha, um argentino jogar no Brasil, nunca vai ter problema. Agora, um jogador brasileiro jogar na seleção argentina, e ainda mais negrão como eu, é suicídio. Não dá não (risos)'", finalizou.

Pela Seleção, Ewerthon jogou apenas sete jogos, entre 2001 e 2003. Ele encerrou a carreira em 2014, pelo Atlético Sorocaba.

 
Renato brinca: 'Se eu tivesse ido em 2006, quem sabe a gente não tivesse vencido a Copa do Mundo?'

Comentários