Melhor Futebol do Mundo

Governo alemão ajuda Adidas com crédito de R$ 13,6 bilhões

Em comunicado, a marca agradeceu a ajuda em um 'momento sem precedentes'. Só com o confinamento na China, a Adidas estima ter perdido R$ 5,6 bilhões

Avatar del

Por Redação Esporte Interativo

Bola da final da Champions League da temporada 2019/20

Bola da final da Champions League da temporada 2019/20

O governo alemão ajudou a gigante de material esportivo, Adidas, com um crédito de 2,4 bilhões de euros (R$ 13,6 bilhões). Segundo a empresa, o aporte feito através do Banco de Desenvolvimento Alemão chegou em meio a "uma situação sem precedentes".

Além do crédito, a Adidas tomou medidas internas para enfrentar a crise causada pela pandemia do novo coronavírus. A empresa cancelou o pagamento de dividendos enquanto não amortizar o empréstimo, além disso foi travada a recompra de ações e feita uma redução de 65% nos salários dos seus principais executivos.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

"A situação atual é um sério desafio, inclusive para empresas saudáveis. Agradecemos ao governo alemão pela capacidade de resposta a esta crise mundial sem precedentes", informou a Adidas em um comunicado.

Ainda não foram atualizadas as previsões do balanço financeiro da empresa para 2020. Mas sabe-se que o impacto vai ser muito grande, principalmente por ter afetado os mercados da Europa e dos Estados Unidos. Só o período de confinamento na China criou um prejuízo de até 1 bilhão de euros (R$ 5,6 bilhões).

 
Feldman revela que Brasileirão pode invadir Natal e até 2021
Comentários