Melhor Futebol do Mundo

Guardiola garante que não vai deixar o Manchester City por vontade própria

Segundo o treinador espanhol, ele só deixará o clube se for demitido pela diretoria

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Guardiola garantiu que não sairá do Manchester City(Getty Images)

Guardiola garantiu que não sairá do Manchester City | Getty Images

Nesta quarta-feira (19), em meio às partidas das oitavas de final da Champions League, o Manchester City entrou em campo e venceu o West Ham por 2x0. Após a partida, o técnico Pep Guardiola falou sobre sua continuidade no clube e garantiu que só deixará a equipe se for demitido.

Em entrevista à 'BBC Sport', o espanhol garantiu que não pretende deixar o City, mesmo com a punição que pode tirar o clube das próximas duas edições da Champions.

Já sabe onde assistir aos jogos da Champions League? Assista a TODOS os jogos no EI Plus!

Se não me demitirem, vou estar aqui. Eu amo esse clube. Eu gosto de estar aqui. Esse é meu clube e vou estar aqui, não importa o que aconteça."

Além disso, o treinador indicou que confia totalmente nas explicações que o clube lhe deu. O Manchester City, logo após a decisão da Uefa de puni-lo, já havia adiantado que iria à Corte Arbitral do Esporte (CAS) para tentar reverter a situação.

 

"Nós vamos recorrer. Quando alguém acredita que está certo, ele tem que lutar. O clube tem de lutar e acredito nele 100%, no que fizeram e no que me explicaram. A situação ainda não acabou e vamos esperar. Mas, enquanto não se resolve, vamos jogar bola."

O Manchester City segue na vice-liderança do Campeonato Inglês com 54 pontos conquistados, 22 atrás do líder Liverpool, que está muito próximo de garantir, matematicamente, o seu primeiro título na era da Premier League.

 
Guardiola garante que não treinaria United e Real mesmo que fossem únicas propostas que recebesse: "Iria para as Maldivas"
Comentários