Melhor Futebol do Mundo

Jornal italiano publica capa considerada racista e recebe protestos de clubes

Capa que usou imagem de Lukaku e Smalling e os associou à 'Black Friday' chocou equipes da Serie A

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Lukaku tem sido um dos jogadores com pronunciamentos mais firmes contra o racismo(Getty Images)

Lukaku tem sido um dos jogadores com pronunciamentos mais firmes contra o racismo | Getty Images

Nesta quinta (5), mais uma polêmica envolvendo racismo mobilizou o futebol italiano. Um dos maiores jornais esportivos do país, o 'Corriere dello Sport', publicou uma capa em que mostrava a imagem do atacante Romelu Lukaku, da Inter, e do zagueiro Chris Smalling, da Roma, em alusão ao confronto das duas equipes nesta sexta (6).

O grande problema da capa, que gerou protestos inclusive dos clubes da Serie A, era o fato de relacionar os dois atletas à "Black Friday". Pouco após a publicação, Inter e Roma - diretamente envolvidos - usaram suas redes sociais para protestar contra a capa.

"Ninguém:
Absolutamente ninguém: 
Nenhuma alma viva: 
Escritor de manchetes do Corriere dello Sport:"
 

Depois das reclamações, o editor-chefe do jornal, Ivan Zazzaroni, veio a público para responder às críticas. O jornalista indicou que o problema do título não está nele, mas sim na visão "intoxicada" daqueles que o viram como racista.

Capa Corriere dello Sport
A capa do 'Corriere dello Sport' que gerou protestos (Foto: Reprodução)

"Exércitos de pessoas 'com a mente certa' aparecem na internet hoje em dia, para deixar suas almas brancas. Depois de identificar o racista do momento, vão e dão dois toques no teclado. A mancha já se foi. Você se sente o melhor homem do mundo. 'Black Friday', para quem quer e pode entender, foi só um elogio à diferença, o orgulho da diferença. Um título inocente é transformado em veneno por aqueles que têm esse veneno dentro deles."

O futebol é paixão, cultura e irmandade. Somos e seremos sempre contra toda forma de discriminação.
 

O empresário de Lukaku, um dos jogadores retratados no jornal, também comentou publicamente a escolha de capa do 'Corriere'. Indignado com o acontecido, Michael Yormark indicou que a reportagem não continha conteúdo racista, mas a escolha de capa foi "insensível".

Já sabe onde assistir aos jogos da Champions League? Assista a TODOS os jogos no EI Plus!

"Entendo que o conteúdo da reportagem não representava o que a capa falava, mas isso não pode acontecer. Esse tipo de insensibilidade não pode acontecer. Com todo respeito ao jornal, eles não podem deixar isso acontecer. É simplesmente inaceitável e só alimenta o problema. É chocante. Estou desapontado, basicamente. Quase sem acreditar", afirmou o agente ao 'Sportsmail'.

Smalling e Lukaku se pronunciam e Roma decide banir Corriere dello Sport

Depois de toda a repercussão, os jogadores envolvidos na capa do jornal usaram suas redes sociais para se pronunciar a respeito do caso. Para Romelu Lukaku, a capa foi "uma das coisas mais imbecis" que ele já viu.

"Ao invés de focar numa batalha entre os dois times, o Corriere dello Sport aparece com uma das manchetes mais burras que eu já vi na minha carreira. Vocês continuam alimentando a negatividade e o racismo. Ao invés de falar do grande jogo que será jogado no San Siro...
Educação é a chave. Vocês deveriam fazer um trabalho melhor. Obrigado a todos os fãs e outros jornalistas pelo apoio e vamos todos pensar no jogo de amanhã. Forza Inter."

Enquanto isso, o zagueiro Smalling fez questão de cobrar um posicionamento dos responsáveis a respeito da capa publicada na manhã desta quinta-feira (5).

"Apesar de eu querer passar o dia focando no grande jogo de amanhã, é importante que eu reconheça que o que aconteceu nesta manhã foi errado e muito insensível. Espero que os editores envolvidos na publicação desta manchete assumam responsabilidade e entendam o poder que eles têm através das palavras e o impacto que elas podem ter. Um grande abraço à Roma pelo apoio! Agora, deixemos a batalha começar, Rom (Lukaku). Daje Roma!"

Além da resposta direta dos jogadores, a Roma e o Milan publicaram uma nota conjunta onde suspendem o acesso do Corriere dello Sport às instalações do clube até o fim do ano. A decisão por fazê-lo por menos de um mês é explicada pelo fato de que, segundo os clubes, foi levada em consideração a reportagem associada à manchete, que teria uma mensagem antirracista.

O caso acontece menos de uma semana depois de todos os 20 clubes da Serie A divulgarem uma carta conjunta contra o racismo no futebol italiano, onde admitem o problema e se comprometem a solucioná-lo.

 
  • Campeonato Italiano
Comentários