Melhor Futebol do Mundo

Jr. Tavares cita medo por retorno da liga portuguesa e critica medidas: 'Ridículo'

Lateral esquerdo, que está emprestado ao Portimonense, revelou algumas medidas de segurança adotadas

Avatar del

Por Priscila Senhorães e Carlos Eduardo Alves

Júnior Tavares está no Portimonense desde setembro de 2019(Carlos Rodrigues / Getty Images)

Júnior Tavares está no Portimonense desde setembro de 2019 | Carlos Rodrigues / Getty Images

O Campeonato Português será a segunda grande liga europeia a retomar as atividades, em 04 de junho. A medida, no entanto, desagrada a diversos jogadores.

Em entrevista exclusiva ao Esporte Interativo, o lateral esquerdo Júnior Tavares, que pertence ao São Paulo e está emprestado ao Portimonense, revelou que os jogadores do clube têm mantido contato via grupos de 'WhatsApp' e revelou que o grupo está com medo do que pode acontecer.

Nós jogadores estamos com medo. Aqui no campeonato já teve situações de coronavírus. Estamos muito preocupados".

"Mesmo com tudo isso que está acontecendo, o Ministro da Saúde daqui falou que teria o campeonato, junto com tudo que está acontecendo. Achamos estranho. Mas agora é se prevenir. Teve uma reunião com dirigentes de clubes e o que passou é que todos os clubes estavam com medo. Mas não vem só de nós, é algo maior e, por isso, acabou voltando. É algo maior que não sei explicar o que é, porque nós do futebol acatamos por não jogar. Mas vamos ter que jogar. Teremos que cumprir."

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

O lateral brasileiro, de 23 anos, revelou ainda algumas medidas de segurança que a liga portuguesa vai adotar, como os jogadores não se reunirem no vestiário antes e após as partidas. Júnior Tavares, no entanto, desaprova das medidas.

"É até estranho, porque não vai poder usar vestiário. Vamos ter que chegar com a roupa e ir embora com a roupa do jogo. O banho vai ser nas nossas casas, não vamos poder usar ele pra nada. Vai ser complicado. (...) Eu acho que jogar com máscara não vai ser necessário, mas aperto de mão não vai ter, quando chegar no jogo vai ter que ter distância do treinador e dos jogadores ao lado, mas acho isso, sinceramente, ridículo, porque não tem como. Futebol é contato, vai ter que ter contato. Acho desnecessário”.

Contratado por empréstimo junto ao São Paulo em setembro de 2019, Júnior Tavares tem contrato com o Portimonense até o final da atual temporada europeia.

 
Paulinho diz que continua acompanhando o Vasco e projeta volta no futuro
  • Futebol internacional
Comentários