Melhor Futebol do Mundo

Lyon ativa recurso em que governo paga parte dos salários dos funcionários do clube

Equipe francesa já sofre com a crise econômica causada pelo novo coronavírus e ativa medida oferecida pelo presidente da França na última semana para auxílio fiscal

Avatar del

Por Redacão do Esporte Interativo

Bruno Guimarães em ação pelo Lyon na partida contra a Juventus, pela Champions League(2020 Getty Images, Getty Images Europe)

Bruno Guimarães em ação pelo Lyon na partida contra a Juventus, pela Champions League | 2020 Getty Images, Getty Images Europe

Através de um comunicado em seu site oficial, o Lyon, clube francês onde atuam brasileiros como o meia Bruno Guimarães e o lateral Rafael, anunciou que ativou uma medida chamada de "chamage parciel" (algo como desemprego parcial, na tradução para o português). Ela permite que o governo do país pague parte dos salários dos funcionários do clube enquanto eles precisam ficar em casa.

Segundo apuração da nossa correspondente na França, Isabela Pagliari, os jogadores estão inclusos nessa medida e, em um primeiro momento, o recebido pelo clube será de 84% dos gastos com seus colaboradores. No entanto, o Lyon já está buscando maneiras para que essa ajuda extraordinária chegue a 100% dos gastos salariais. 

Já sabe onde assistir aos jogos da Champions League? Assista a TODOS os jogos no EI Plus!

A medida tem como objetivo evitar a quebra de empresas por conta da crise econômica que vem sendo causada pelo surto do novo coronavírus. No último dia 12 de março, o presidente da França, Emmanuel Macron, havia anunciado medidas para auxiliar o país economicamente, dentre elas o próprio "chamage parciel", que auxilia não só clubes, mas qualquer empresa que o solicite junto ao governo. 

Leia a nota do clube francês na íntegra:

"Dadas as medidas adotadas pelas autoridades para combater a disseminação do Covid-19, que levaram à suspensão de todas as competições e treinamentos, o Olympique Lyonnais, como outros clubes da Ligue 1, anuncia que colocou toda a sua equipe de esportes com 'desemprego parcial' até novo aviso.

O Olympique Lyonnais também disse que colocou parte de seus funcionários administrativos em 'desemprego parcial'. Os outros funcionários foram colocados em 'home office' e, para aqueles cuja presença física é necessária para a continuidade de suas atividades, eles continuam a operar no local do Estádio Groupama, em conformidade com rigorosas medidas de prevenção contra o coronavírus."

Comentários