Melhor Futebol do Mundo

Magnata egípcio fica perto de comprar o Burnley por quase R$ 1,5 bilhão

Segundo a emissora 'Sky Sports', conversas envolvendo a equipe inglesa e o milionário Mohamed El Kashashy já vêm acontecendo há um ano; falta só o aval da Premier League para sacramentar a compra

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Burnley ocupa atualmente uma posição na zona de rebaixamento da Premier League(Getty Images)

Burnley ocupa atualmente uma posição na zona de rebaixamento da Premier League | Getty Images

O Burnley, clube que ocupa atualmente a 18ª colocação e se encontra dentro da zona de rebaixamento da Premier League, pode ver seu futuro mudar da água para o vinho nos próximos dias. Segundo informa a emissora 'Sky Sports', a equipe está muito próxima de ser comprada, ter um novo dono e virar mais um milionário no torneio.

Trata-se de Mohamed El Kashashy, magnata egípcio do ramo alimentício, que quer comprar o clube do norte da Inglaterra pela bagatela de 200 milhões de libras (cerca de R$ 1,5 bilhão, pelas cotações atuais).

De acordo com a publicação, as negociações entre El Kashashy e os dois atuais proprietários do Burnley, Mike Garlick e John Banaszkiewicz, já acontecem há 12 meses e dependem apenas do aval da própria Premier League para que sejam sacramentadas. Entre os donos, já estaria tudo certo.

Mohamed El Kashashy teria se interessado pelos 'Clarets' por crer que o clube seja um dos melhores geridos na Inglaterra. Após algumas temporadas como "iô-iô", entre a segunda e primeira divisão local, o Burnley retornou de vez à Premier League em 2016/17 e, desde então, vem se segurando mesmo com os poucos investimentos em contratações. Nesta temporada, por exemplo, a equipe gastou menos de 1 milhão de libras na compra de um jogador, o meia Dale Stephens, junto ao Brighton.

O egípcio, então, promete apostar alto em contratações, além de apoiar a sequência do trabalho do técnico Sean Dyche, que está no comando do clube desde outubro de 2012 e tem contrato até junho de 2022.

Recentemente, o Newcastle quase também acabou comprado, dessa vez por um Príncipe da Arábia Saudita, mas a Premier League rejeitou o negócio e ele acabou desfeito.

 
Fred rasga elogios a Rashford: 'Muito importante'
Comentários