Melhor Futebol do Mundo

Mariano revela que 'falta de intensidade' tirou chances de Ganso no Sevilla

Lateral direito brasileiro foi companheiro de Ganso no Sevilla; estilo de jogo proposto por Sampaoli atrapalhou adaptação de craque brasileiro

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

1/2
Passagem de Ganso pela Europa não foi boa(Getty Images)

Passagem de Ganso pela Europa não foi boa | Getty Images

Mariano revela que 'falta de intensidade' tirou chances de Ganso no Sevilla

Mariano revela que 'falta de intensidade' tirou chances de Ganso no Sevilla

A passagem de Paulo Henrique Ganso pela Europa foi um fiasco. Principalmente a pelo Sevilla, da Espanha. O jogador chegou com pompas de grande contratação, mas não conseguiu se firmar. O lateral direito brasileiro Mariano, companheiro de Ganso no clube espanhol, revelou o grande motivo para que o meia não tivesse dado certo. A entrevista foi ao 'Espn.com.br'.

Desde o Unai Emery era um time muito intenso, e com o Sampaoli isso subiu ainda mais. Ganso veio com grande expectativa, até porque o Sampaoli tinha pedido ele, mas sabemos que estilo dele é mais cadenciado, então para mim foi aí que perdeu espaço. Sabemos a qualidade dele, mas infelizmente não deu certo. Os outros clubes do Brasil também jogavam para o Ganso, e no Sevilla não era assim."

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

“Pensei que estava indo para um futebol cadenciado, mas não, o Sevilla sempre foi muito intenso. Eu como lateral era obrigado a correr no mínimo 11km por jogo. Era cobrado isso”, completou Mariano, confessando que ele mesmo sofreu problemas de adaptação.

Pelo Sevilla foram apenas 28 jogos e 7 gols para Ganso. Em dois anos, ele não conseguiu convencer Sampaoli de que merecia mais espaço. Emprestado depois ao Amiens, da França, Ganso também não conseguiu se destacar.

 
Comentários