Melhor Futebol do Mundo

Messi sobre Neymar: "Muito pouco tempo depois de sair, ele se deu conta que errou"

O jogador do Barcelona revelou seu desejo de jogar ao lado de Neymar novamente e afirmou querer que CR7 seguisse no Real Madrid

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Messi sobre Neymar: "Muito pouco tempo depois de sair, ele se deu conta que errou"(Getty Images)

Messi sobre Neymar: "Muito pouco tempo depois de sair, ele se deu conta que errou" | Getty Images

Nesta quarta-feira (09), Lionel Messi deu uma entrevista exclusiva à rádio RAC 1, da Catalunha, e não se intimidou em responder tudo a que era perguntado. O camisa 10 conversou extensamente sobre a negociação de Neymar na tentativa de retornar ao Barcelona nesta última janela de transferências, desmentiu os boatos de que não queria Antoine Griezmann no elenco e ainda comentou sobre sua vontade de que Cristiano Ronaldo seguisse jogando o Campeonato Espanhol pelo Real Madrid.

Confira algumas das respostas do craque durante a entrevista: 

  • sobre ser chamado de 'Deus': "Não me preocupa, mas eu não gosto. É bonito que te digam e, sendo respeitoso com tudo isso, porque sei que dizem sem maldade, me parece exagerado que me chamem assim. Principalmente pelos meus filhos, que escutam e repetem tudo. Mateo me diz: 'Leo Messi, vamos, Leo Messi'. Já escutam muitas coisas e não é bom que escutem isso também.”
  • sobre o que falta para Griezmann se integrar: “Muitas vezes a gente diz que não é fácil jogar no Barcelona, pela ideia de jogo que tem. De fora parece fácil, mas para qualquer jogador que não viveu a filosofia do Barcelona, que não treinou desde criança, que não conhece o método, vir de fora, por mais que você tenha muita qualidade, é outra coisa, e é muito difícil. Ele vem acostumado a jogar de uma maneira muito diferente do que a gente faz aqui, mas não tenho dúvida de que terminará conseguindo. É um jogador de muita qualidade, inteligente e terminará se adaptando.”
  • sobre boatos de não querer Griezmann no Barcelona: “Isso é mentira. No primeiro ano que queriam trazer o Griezmann,  lembro de declarações que fiz dizendo que era um dos melhores e que os melhores sempre são bem-vindos pelo projeto ganhador que todos queremos e, obviamente, Griezmann era um dos melhores. Nunca tive nenhum inconveniente para que viesse, bem pelo contrário. Isso é mentira.”
  • sobre querer Neymar: “Também queria que o Neymar viesse, pelo mesmo motivo. Acredito que, a nível esportivo, Ney é um dos melhores do mundo, não tenho nenhuma dúvida. É um jogador que desequilibra, é diferente e, se a gente contasse com ele, teríamos mais opções de conseguir nosso objetivo. Mas também entendo que a situação de Neymar não era só pela parte esportiva, mas por tudo que o rodeava. Ter saído como saiu, ter deixado a gente neste momento, então muitos sócios não queriam que ele voltasse, e se entende pelo que passou. Era complicado que Ney voltasse, mas sim, obviamente que, pelo esportivo, eu teria gostado.”
  • sobre negociações para a volta de Neymar ao Barcelona: “O que eu falei não foi para jogar um dardo na direção. Eu realmente não sei se o clube fez tudo que podia,  porque não estive presente. Eu sei o que falava com o Ney, não conheço a outra parte."
  • sobre Neymar ter se arrependido de sair do Barcelona: “Bom, pelo que acredito, (ele se arrependeu) sim. Muito pouco tempo depois de ter ido, ele se deu conta de que errou, que tomou uma má decisão. Acredito que sim, mas teríamos que perguntar para ele. Mas eu, o conhecendo, e vendo o que está acontecendo e o que viveu, acredito que sim.”
  • sobre Neymar no Real Madrid: “Sim, pensei que, se ele não viesse, acabaria no Real Madrid, porque tinha muita vontade de sair. Tinha vontade de uma mudança. Acreditava que Florentino (Pérez, presidente do Real) faria algo para levá-lo. Não descarto que venha na próxima temporada, nem ao Barcelona e nem ao Real Madrid.”
  • sobre o melhor técnico do mundo: “O melhor treinador, acredito que é o Guardiola. Guardiola é o melhor de todos. Luis Enrique está muito próximo.”
  • sobre a saída de Cristiano Ronaldo do Real Madrid: “Sim, eu gostaria que ele tivesse ficado no Real Madrid, no Campeonato Espanhol. Dava um plus à rivalidade do clássico e ao campeonato em si.”

Você assiste ao craque argentino em campo no jogaço entre Slavia Praga x Barcelona no dia 23 de outubro (quarta-feira), a partir das 15h (horário de Brasília), no Facebook do Esporte Interativo e no EI Plus.

Comentários