Melhor Futebol do Mundo

Papu Gómez concorda que jogo da Atalanta pode ter ajudado a espalhar o novo coronavírus

Estrela da Atalanta também relatou cotidiano aterrorizante que vive a cidade de Bérgamo

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Papu Gómez reconheceu que jogos da Atalanta podem ter "impulsionado" o vírus(Getty Images)

Papu Gómez reconheceu que jogos da Atalanta podem ter "impulsionado" o vírus | Getty Images

Estrela da Atalanta, o argentino Papu Gómez vive, assim como os outros moradores da cidade de Bérgamo, uma quarentena forçada numa das cidades mais afetadas pelo novo coronavírus. E o cenário que se vê no local é aterrorizante, segundo o camisa 10.

Em entrevista ao jornal argentino 'Olé', Gómez relata que a quantidade de doentes na cidade é muito alta, lotando os hospitais. E a quantidade de mortes também extrapola a capacidade de operação dos cemitérios locais.

Já sabe onde assistir aos jogos da Champions League? Assista a TODOS os jogos no EI Plus!

"Os hospitais estão cheios e não há mais lugar para os doentes. Outro dia, vieram militares para levar os caixões com os mortos e cremá-los em outro lugar, porque aqui não há mais lugar nos cemitérios. Todo dia vejo as notícias quando levanto e sempre são ruins."

Papu Gómez falou abertamente sobre caos do novo coronavírus (Foto: Getty Images)

O atacante da Atalanta também acredita que, no início, em meio à falta de informação, os italianos subestimaram a doença, como se fosse uma doença comum.

Não sei se manejaram bem a situação, ou se demoraram demais. Creio que, no início, havia muita desinformação e que acreditamos que era algo leve. Pensamos que era só uma gripe, um vírus como os que aparecem todo inverno, então seguimos com a vida normal. Quando começou a morrer gente, começamos a nos assustar."

Em meio ao caos que já começava a se estabelecer na Itália, o futebol continuou sendo jogado. E a partida da Atalanta contra o Valencia pela Champions foi realizada, mesmo em meio a muitos casos do novo coronavírus no país. Para o jogador, o jogo de ida, em Milão, pode ter potencializado os casos na cidade de Bérgamo.

"Jogar essas partidas [contra o Valencia] foi terrível. Porque no momento, não sabia-se de muitos casos e ninguém tinha ideia do que esse vírus fazia. Creio que a situação de Bérgamo, hoje, sendo um dos lugares com mais casos, pode ter a ver com o fato de termos um dos melhores hospitais da região da Lombardia, então muita gente vem para cá, mas também com o jogo de ida nosso contra o Valencia. Temos 120 mil habitantes e nesse dia foram 45 mil ao San Siro. Foi histórico para a Atalanta, algo único. Foi uma loucura."

 
Confira os melhores momentos da goleada da Atalanta sobre o Valencia!

Por fim, o camisa 10 da Dea também criticou as pessoas que, por algum motivo, ainda não respeitam as ordens de ficar em casa e evitar ao máximo as movimentações pelos locais onde vivem.

"Outro dia vi a [rodovia] Panamericana cheia de gente indo aos countries [bairros fechados ao redor de Buenos Aires]. Uma loucura! O que essa gente está fazendo? Aqui também aconteceu: gente com dinheiro que tem uma segunda casa na montanha e faziam o mesmo. Está claro que, em todo o mundo, há gente ignorante, que parece não entender. Não tomam dimensão e são egoístas. Todos temos responsabilidade, por nós e também por todo o resto."

 
Com quatro gols de Ilicic, Atalanta vence o Valencia em jogos com portões fechados
Comentários