Melhor Futebol do Mundo

Parejo reforça ideia de que Atalanta x Valencia ajudou a espalhar novo coronavírus: 'Rodada não devia ter acontecido'

Mais cedo, nesta quarta (25), o prefeito de Bérgamo afirmou que jogo pela Champions foi uma 'bomba biológica'

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Parejo também criticou realização do jogo entre Atalanta x Valencia(Getty Images)

Parejo também criticou realização do jogo entre Atalanta x Valencia | Getty Images

O meia Dani Parejo, jogador do Valencia, se juntou às vozes que acreditam que a partida entre Atalanta x Valencia, pela ida das oitavas de final da Champions, realizada em Milão, ajudou a espalhar o novo coronavírus na Itália. E, possivelmente, também na Espanha.

Em entrevista ao jornal 'AS', o meio-campista afirmou que, apesar de ser muito mais fácil falar depois que tudo passa e é possível observar os efeitos, a rodada de ida da Champions não deveria ter sido disputada.

Já sabe onde assistir aos jogos da Champions League? Assista a TODOS os jogos no EI Plus!

"Nós só cumprimos com nossa obrigação. Falar agora é fácil, mas talvez não devêssemos ter jogado nem mesmo aquela rodada [a de ida, em Milão] da Champions. Estou seguro que a eliminatória não se jogou em igualdade de condições."

 
Confira os melhores momentos da goleada da Atalanta sobre o Valencia!

Além disso, o meio-campista do Valencia também falou sobre o cenário para que a atual temporada termine. Ressaltando que prefere que os jogos sejam disputados como planejado, deixou claro que isso só pode acontecer caso seja seguro para todos os envolvidos.

"Todos os jogadores querem que a temporada termine, mas não a qualquer preço. A prioridade é a saúde e a segurança de todos. Desde o primeiro torcedor até o último jogador. Quando se puder garantir isso, voltaremos."

Aos 32 anos, Parejo é meia do Valencia e da seleção espanhola. O clube teve diversos casos do novo coronavírus entre seu elenco e sua comissão técnica, relatados semanas após a partida contra a Atalanta.

 
Comentários