Melhor Futebol do Mundo

Pirataria pode frear compra do Newcastle por Família Real saudita, diz jornal

De acordo com o 'Mundo Deportivo', Premier League ainda avalia a venda da equipe do norte da Inglaterra e pode negá-la nos próximos dias

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Mohamed bin Salman (à esquerda) fez proposta para comprar o Newcastle(AFP via Getty Images)

Mohamed bin Salman (à esquerda) fez proposta para comprar o Newcastle | AFP via Getty Images

Nas últimas semanas, o Newcastle apareceu nos noticiários com planos mirabolantes para quando a venda para a Família Real da Arábia Saudita fosse efetivada, mas, agora, os torcedores já começam a se preocupar porque ela pode não mais ocorrer.

Segundo noticia nesta quinta-feira (14) o jornal espanhol 'Mundo Deportivo', a Premier League estuda rejeitar a compra por parte do sheik Mohamed bin Salman por conta de fraudes e pirataria na transmissão do Campeonato Inglês pela emissora saudita 'beoutQ'.

O canal em questão é um serviço pago e que simula, principalmente, a programação da 'BeIN Sports', importante emissora com sede no Catar e que detém os direitos de televisionar a Premier League. A 'beoutQ' basciamente sobrepõe seu logotipo ao da BeIN Sports nas partidas e as transmite para toda a Arábia Saudita.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

De acordo com o diário 'Times,' o Parlamento britânico iniciará uma investigação em conjunto com os comitês Digital, Cultural, de Meios de Comunicação e de Esportes, com o intuito de juntar provas sobre o caso.

A Família Real saudita investiria cerca de 300 milhões de libras (por volta de R$ 2 bilhões, pelas cotações atuais) para poder mandar no Newcastle. O atual dono é Mike Ashley, que vinha sendo muito criticado pelos torcedores pela falta de investimentos no futebol do clube.

 
  • newcastle
Comentários