Melhor Futebol do Mundo

Platini garante que não voltará à Juve e compara Dybala a Del Piero e Baggio

Ex-jogador francês se prepara para voltar ao mundo do futebol depois de suspensão por corrupção

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Michel Platini deu sua opinião a respeito de Paulo Dybala e o comparou a Roberto Baggio(Getty Images)

Michel Platini deu sua opinião a respeito de Paulo Dybala e o comparou a Roberto Baggio | Getty Images

Michel Platini, ex-presidente da Uefa, está próximo de retornar ao futebol depois de servir quatro anos de suspensão por conta de corrupção. Craque dentro dos gramados, com passagem pela Juventus, afirmou que não retornará ao clube italiano, mas deu seus "pitacos" sobre a situação atual do clube.

Em entrevista ao 'Tuttosport', o francês comentou sobre o argentino Paulo Dybala, um de seus sucessores como camisa 10 da Velha Senhora. Para Platini, o jogador não se assemelha muito ao seu estilo.

Já sabe onde assistir aos jogos da Champions League? Assista a TODOS os jogos no EI Plus!

"Zidane me lembrava mais de mim mesmo, porque éramos dois meio-campistas. Dybala é mais parecido com Del Piero e com Baggio do que comigo mesmo. Ele tem qualidade e faz tudo em velocidade, como Baggio fazia."

Além disso, recomendou a contratação de Kylian Mbappé para a Juventus, alertando que será ainda mais difícil contratá-lo nos próximos anos, indicando que crê numa valorização ainda maior do jovem atacante.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

O Platini, ex-presidente da UEFA, não é nem um pouco chegado no uso do VAR e mandou essa aí sobre a tecnologia. E você, concorda? Crédito: RAI

Uma publicação compartilhada por Esporte Interativo (@esporteinterativo) em

"Eu gosto muito do Neymar. Mas tem esse outro garoto que joga no Paris Saint-Germain, que não é tão ruim. Ele [Mbappé] poderia ser a estrela dos próximos dez anos. Eu o sugeriria a qualquer um. Não sei se a Juventus pode comprá-lo agora, mas será ainda mais difícil no futuro, já que seu valor vai crescer ainda mais."

Como jogador, Platini passou cinco anos na Juventus, tendo encerrado sua carreira na equipe italiana. Lembrado por muitos como um dos carrascos da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1982, fez 72 partidas pela França, marcando 41 gols.

 

Comentários