Melhor Futebol do Mundo

Por novo coronavírus, Uefa pensa em suspender Fair Play Financeiro por um ano, diz jornal

Entidade tem em mente dar uma maior margem de manobra a seus clubes por conta do impacto da pandemia no futebol do continente

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Alexander Ceferin, presidente da Uefa(Getty Images)

Alexander Ceferin, presidente da Uefa | Getty Images

A pandemia do novo coronavírus fez com que maior parte dos campeonatos pelo mundo estejam suspensos por tempo indeterminado. Pensando na saúde financeira de seus clubes, a Uefa trabalha para viabilizar uma ideia: abolir o Fair Play Financeiro por um ano.

Segundo informa nesta sexta-feira (20) o jornal 'Gazzetta dello Sport', a principal entidade do futebol europeu criou duas comissões diferentes que irão examinar quais medidas deverão ser tomadas para superar o momento de emergência. 

A hipótese é que a Uefa possa ajudar os clubes ao não considerar os vermelhos orçamentários da temporada 2019/20, sem, no entanto, fazer com que os controles desapareçam.

A publicação, inclusive, dá como exemplo Juventus e Roma, dois dos maiores times da Serie A italiana, que operaram os seis primeiros meses da atual temporada com um grave prejuízo em seus cofres. 

Criado em 2010, o Fair Play Financeiro visa ajudar os clubes a gastarem dentro de seus orçamentos. Aqueles que não se adequam às regras podem até ser excluídos de competições da Uefa - caso recente do Manchester City, que estará impossibilitado de jogar a Uefa Champions League pelas próximas duas temporadas.

 
  • futebol internacional
Comentários