Melhor Futebol do Mundo

Presidente da Uefa crê em Champions sem torcedores e ameaça clubes belgas

Alexander Ceferin fez duras críticas aos clubes do país, que decidiram pelo fim do campeonato local

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Alexander Ceferin busca alternativas para a Champions League(Getty Images)

Alexander Ceferin busca alternativas para a Champions League | Getty Images

A paralisação dos torneios por conta da pandemia do novo coronavírus fez diversos campeonatos pelo mundo ficarem com uma indefinição em relação a seus respectivos calendários, e a Champions League não é diferente.

O presidente da Uefa, Alexander Ceferin, afirmou na manhã desta sexta-feira (03) que espera o retorno da principal competição de clubes do mundo, mesmo que ela se dê sem a presença de torcedores.

Vale lembrar que há a recomendação da Organização Mundial da Saúde para que sejam evitadas aglomerações e muitos países europeus fecharam suas fronteiras a fim de não receberem pessoas infectadas de outros países do globo.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

"O futebol não é nem de longe o mesmo sem torcedores. Mas é definitivamente melhor jogar sem torcedores na arquibancada e tê-lo de novo na televisão do que não ter absolutamente nada. É isso que as pessoas querem, isso devolve a energia positiva aos lares. Provavelmente seja em julho ou agosto. Não podemos deixar para setembro ou outubro", comentou.

Ceferin ainda aproveitou para esbravejar contra os clubes belgas, que decidiram encerrar o campeonato local e declarar o Brugge campeão. Ele ameaçou os times do país, bem como outras federações que decidirem fazer o mesmo.

"Não acho que seja o movimento adequado. A solidariedade não é uma via de mão única. Não se pode pedir ajuda, e depois decidir por você mesmo o que mais te convém. E devo dizer: os belgas e aqueles que estão considerando fazer o mesmo agora se arriscam a não participar das competições europeias no próximo ano", concluiu.

 
'Fora de jogo': Walter revela que já passou dos 110 kg
Comentários