Melhor Futebol do Mundo

Presidente da federação francesa afirma que o racismo 'não existe' no futebol

Noël Le Graët reprovou a conduta dos jogadores na partida entre PSG x Olympique de Marseille

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Neymar denunciou ter sofrido racismo na Ligue 1(AFP via Getty Images)

Neymar denunciou ter sofrido racismo na Ligue 1 | AFP via Getty Images

O clássico entre Paris Saint-Germain e Olympique de Marseille foi marcado pela denúncia de Neymar de que teria sofrido racismo vindo do zagueiro Álvaro González. Nesta terça (15), o presidente da Federação Francesa de Futebol (FFF), Noël Le Graët, afirmou que o racismo "não existe" no futebol.

O mandatário falou aos microfones da 'RMC' que praticamente não há nenhum problema relacionado ao racismo no mundo do esporte - especificamente no futebol - atualmente.

 

"Em um jogo, pode haver problemas. Mas temos menos de 1% da dificuldade [de outros tempos] hoje. Quando um negro marca um gol, todo o estádio aplaude".

O fenômeno do racismo no esporte, e no futebol em particular, não existe ou quase não existe".

Falando especificamente sobre o caso envolvendo Neymar, Le Graët admitiu não ter visto o ocorrido, mas reprovou firmemente as brigas que aconteceram durante o clássico.

"Eu não sei e não ouvi o que foi dito [por Álvaro para Neymar]. É um jogo que todos nós na França esperamos. Mas foi ruim. O comportamento dos jogadores não foi exemplar. Foi uma vergonha. Não conseguiram dar o show que esperávamos."

 
Roger Machado fala sobre racismo: 'Temos nossos 'Georges' todo os dias'
Comentários