Melhor Futebol do Mundo

Presidente do Getafe revela que quase contratou Messi e Guardiola

Em entrevista ao jornal 'Marca', Ángel Torres afirmou que craque argentino estava praticamente certo para atuar emprestado na equipe madrilenha, em seu primeiro ano como profissional

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Messi e Guardiola estiveram perto de trabalhar no Getafe(Getty Images)

Messi e Guardiola estiveram perto de trabalhar no Getafe | Getty Images

Lionel Messi estreou no ano de 2005 como profissional e poucos talvez esperassem que ele fizesse o que fez depois de 15 anos. A história do craque, porém, poderia ter sido diferente, mais precisamente em Madrid.

Em sua primeira temporada após sair das categorias de base culés, o argentino tinha praticamente tudo certo para atuar por empréstimo no Getafe, equipe de médio porte na Espanha e que recorrentemente briga por posições de meio de tabela ou até mesmo rebaixamento em La Liga.

"No primeiro ou segundo ano do Messi, estávamos quase fechados para que ele viesse ao Getafe, mas, no fim, o (Frank) Rijkaard (ex-técnico do Barça), não aceitou e ficamos apenas na vontade", revelou o presidente do Getafe, Ángel Torres, em entrevista ao jornal 'Marca'.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Mas o "quase" na vida da equipe de Madrid não parou por aí. Em 2008, por pouco o Getafe não teve Pep Guardiola como seu treinador. À época, o hoje técnico do Manchester City estava começando nas categorias de base do Barcelona e teria no time azul e branco sua primeira chance como comandante de um clube profissional.

Por outro lado, Michael Laudrup, dinamarquês e então treinador do Getafe, seria contratado pelo Barça, onde substituiria Frank Rijkaard e retornaria ao lugar onde fez sucesso como jogador. 

"Um dia estávamos em um sorteio europeu na Suíça, eu e Txiki Begiristain (então diretor esportivo culé), e a ideia era que Laudrup treinasse o Barcelona e nós teríamos como substituto o Guardiola, porque Laporta (presidente blaugrana, à época) ainda não estava convencido de ter Pep como técnico", comentou Torres.

Mais tarde, Guardiola realmente assinaria com o Barça, faria história e se tornaria um dos melhores treinadores da história.

 
Renato brinca: 'Se eu tivesse ido em 2006, quem sabe a gente não tivesse vencido a Copa do Mundo?'
Comentários